Hervázio Bezerra analisa proposta para revogar guarda pessoal para ex-governadores

Depois dos oposicionistas, líder do governo analisa movimento para revogação benefício para Ricardo

Hervázio Bezerra fala fala que posição será discutida com os aliados. Foto: Roberto Guedes

O líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba, Hervázio Bezerra (PSB), aderiu ao argumento da oposição. Após o desgaste com a criação da guarda pessoal para ex-governadores, o parlamentar estuda apoiar a medida. Em conversa com a repórter Angélica Nunes, do Jornal da Paraíba, ele chegou a cogitar a apresentação de projeto revogando o anterior. Caso a lei seja mantida, o atual mandatário, Ricardo Coutinho (PSB), só teria direito ao benefício a partir de janeiro de 2019. O mandato dele se estende até o dia 31 deste ano.

A lei de autoria dos Executivo cria três vagas de Policiais Militares destinadas à segurança pessoal de ex-governadores. O benefício não foi concedido a ninguém até o momento. Os membros da oposição dizem já ter protocolado na Assembleia Legislativa o pedido para a revogação da lei. O líder oposicionista Bruno Cunha Lima ressalta que o pedido já foi protocolado pelo grupo. Eles também prometem protocolar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade contra o projeto.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *