Executivo 12:27

Berg Lima ‘larga’ com dois votos, mas precisa de mais quatro para escapar da cassação

Por Jhonathan Oliveira

A sexta-feira (29) vai ser de decisão na Câmara Municipal de Bayeux com a sessão de julgamento do prefeito afastado Berg Lima (sem partido). Ele entra no plenário com dois votos a seu favor, mas precisa de ao menos mais quatro para escapar da cassação. O prefeito está confiante que sairá vitorioso.

Na quarta-feira (27), a Comissão Processante opinou pelo arquivamento do processo de cassação. Os vereadores entenderam que o empresário José Paulino de Assis, que aparece no famoso vídeo entregando dinheiro a Berg, entrou em contradição quando foi ouvido. A relatora do caso, vereadora Francineide Souza (Podemos), e o presidente da Comissão, o vereador Jefferson Kita (PSB), votaram a favor de Berg. Já a vereadora Dedeta (PSD) votou pela cassação do gestor.

No entanto, a decisão final é do plenário da Câmara. A cassação só pode acontecer se a maioria qualificada dos vereadores, 12 votos, votar neste sentido. O Legislativo de Bayeux tem 17 integrantes, o que quer dizer que se Berg conseguir seis votos a seu favor, escapa de perder o mandato.

Levando em conta que os integrantes da Comissão devem repetir os posicionamentos, o prefeito afastado já contabiliza como seus os votos de Kita e França, e o de Dedeta como contrário. Um outro voto pela cassação deve ser o do vereador Adriano Martins (PMDB), que é o autor do processo. Ou seja, é possível dizer que o placar está em 2 a 2.

“[O prefeito Berg Lima] está confiante, pois sabe que é inocente e que os vereadores são pessoas honradas que julgarão conforme as provas do processo”, afirmou o advogado Raoni Vita, que representa o político no processo. “O parecer da Comissão Processante é extremamente contundente e esperamos que seja seguido pela maioria do Plenário”, completou.

Além de responder administrativamente na Câmara, Berg também é alvo de uma ação penal no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). As duas situações foram provocadas pelo vídeo em que ela aparece recebendo dinheiro do empresário. As imagens também resultaram na prisão do prefeito por cerca de cinco meses. Desde o flagrante ele está afastado da administração municipal.

Mais Notícias

COMENTÁRIOS

  1. Avatar for Suetoni
    José Sousa

    Piada pronta. Votação de cassação em véspera de feriado. Toda grande votação é em véspera pra ninguém nem ficar sabendo e os que ficarem, esquecerem na ressaca. Já sabemos do resultado. Vergonha total!

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *