‘Briga’ entre Ricardo e Cartaxo faz a festa dos concurseiros

Governo e prefeitura de João Pessoa estão oferecendo 1.737 novas vagas a partir desta segunda

Ex-aliados: Ricardo Coutinho e Luciano Cartaxo seguem rota de colisão programada para 2018. Foto: Divulgação: Secom-PB

A disputa política entre o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), tem rendido boas notícias para os concurseiros. Ao todo, 1.150 vagas começam a ser oferecidas a partir desta segunda-feira (2). As primeiras vagas vêm da capital. O edital para a Controladoria-Geral do Município foi lançado e as inscrições já podem ser feitas. Há também vagas para Secretaria de Desenvolvimento Humano (Sedurb) e Instituto de Previdência do Município (IPM). E foi a construção do discurso de Cartaxo, com críticas ao governador, que municiou a seleção estadual.

O governador anunciou na semana passada mil vagas para a Educação. O anúncio foi feito logo depois de comunicada pelo governador a operação para contratar Organizações Sociais para a gestão compartilhada nas escolas. Logo surgiram informações de que os professores também seriam contratados através das empresas, tal qual os servidores de apoio. As críticas vindas da oposição, inclusive Cartaxo, se avolumaram. Logo depois, Ricardo Coutinho anunciou para um grupo de dirigentes da Associação dos Professores de Licenciatura Plena (APLP).

Da prefeitura estão sendo oferecidas para o concurso da Controladoria-Geral do Município 20 vagas e os salários chegam a R$ 5 mil. Esta é a única modalidade para a qual o edital já foi publicado. Já para a Sedurb, estão sendo oferecidas 70 vagas destinadas a candidatos de nível médio. Os salários oferecidos são de R$ 1,2 mil. Já para o IPM, são oferecidas 60 vagas, sendo 19 vagas para o nível superior, com salários de R$ 2.546,64; técnico de nível médio, com cinco vagas e salários de R$ 1.634,55, além de nível médio, com salários de R$ 1.410,00. A promessa é de que as provas sejam aplicadas ainda neste ano.

O prefeito também anunciou 587 vagas para a saúde, destinadas a profissionais de nível superior, médio e técnico. As vagas são destinadas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruz das Armas, ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Especialidades, que está com obras. As portarias, revela o gestor, estão sendo encaminhadas à Câmara Municipal de João Pessoa, para que sejam autorizadas. A previsão é a de que as provas ocorram até janeiro do próximo ano. Os editais, ele revela, devem ser publicados ainda neste mês.

Já Ricardo Coutinho anunciou na semana passada a realização de concurso público para contratar mil professores. Serão contratados profissionais para Educação Básica 3, distribuídas para 12 disciplinas. Este é o terceiro concurso para professor realizado durante esta gestão, somando mais de 4 mil vagas para a categoria. Serão ofertadas 200 vagas para professor de Língua Portuguesa e 200 para Matemática; para professor de Geografia, História, Biologia e Química serão disponibilizadas 100 vagas em cada disciplina; além de 60 vagas para professor de Física; 40 para Língua Inglesa e a mesma quantidade para Educação Física; já para Sociologia, Filosofia e Artes estarão disponíveis 20 vagas para cada disciplina.

O edital para o concurso será publicado no dia 5 de outubro e as vagas serão distribuídas entre as 14 Gerências Regionais de Educação do Estado. As provas deverão ser aplicadas nos municípios sede de cada Gerência Regional, no mês de dezembro.

4 comentários - ‘Briga’ entre Ricardo e Cartaxo faz a festa dos concurseiros

  1. É muito bom ter gestão responsável, pois, tem que se pensar no pagamento em dia, dentro do mesmo mês trabalhado, pois, os servidores tem que receber e pagar suas contas em dia. E que seja um salário condizente com a dignidade de cada profissão, haj vista que salário baixos e aviltantes não dignifica ninguém em nada. Só traz preocupações no dia a dia. Avante! A Paraíba agradece. Só tenho muita pena se a Paraíba cair em mãos erradas e tudo vier a retroceder. É um perigo.

  2. JOSE Disse:

    Suetoni,
    em se tratando de servidor publico não se deve falar em RC, uma vez que sequer ele mesmo cumpre leis, como a data base , instituída por ele prorprio, em seguida uma simples medida provisoria , a 242, congela salarios, quinquênios, promoções , planos de cargos etc .
    Veja a perseguição contra os servidores do pbprev, ganharam em todas as instancias, sobre a questão dos planos de cargos anulado pelo governador RC, e o governador até hoje não corrigiu os salários daqueles servidores , que segundo a associação, adoeceram servidores e até morreram cerca de 18 pessoas.
    Então, como comparar este cidadão que sequer cumpre leis, sentenças e a própria constituição com outro gestor.

  3. Cícero Disse:

    Essa rivalidade política entre o grupo do prefeito e o do governador com vistas ao pleito eleitoral de 2018 ainda está longe de acabar, mas pelo menos está rendendo frutos, vale dizer, gerando oportunidades de emprego na administração pública, segundo consta, diversas vagas pra vários cargos foram abertas nos concursos anunciados.

    Pode-se dizer então que essa disputa entre os dois blocos políticos dominantes é uma briga saudável e frutífera, e enquanto essa briga estiver gerando empregos, que continuem brigando. Os concurseiros agradecem.

  4. ANASOUSA Disse:

    QUAL O SITE PARA FAZER A INSCRIÇÃO DOS CONCURSO?

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *