Regime de urgência: deputados dão nomes aos três andares do Paraíba Palace

Após polêmica sobre homenagem a Gervásio Maia, parlamentares elevam o nível do personalismo

Paraíba Palace foi construído na década de 1930. Foto: Divulgação/ALPB

Agora vai. Na semana passada o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia (PSB), se viu diante da embaraçosa homenagem ao pai dele. Isso por que o deputado estadual Tião Gomes (Livres) apresentou requerimento, aprovado por unanimidade, pedindo que fosse dado o nome de Gervásio Bonavides Mariz Maia ao novo Centro Administrativo do Legislativo, no histórico Paraíba Palace. Constrangido, apesar de feliz com a homenagem, Gervásio Filho disse aos colegas que não poderia promulgar o projeto aprovado, vejam só, em regime de urgência urgentíssima. Os seus pares, no entanto, arrumaram uma solução. Bem ao estilo tupiniquim, decidiram dar nome a cada um dos andares do Paraíba Palace.

A postura, vamos convir, é uma jabuticaba brasileiríssima. Para piorar, o projeto também foi votado em regime de urgência urgentíssima. Isso por que o novo Centro Administrativo será inaugurado nesta quarta-feira (9). Não interessa se o prédio é apenas locado e menos ainda se é histórico. O primeiro andar será nominado de “Ala Clóvis Bezerra”. O segundo andar, “Ala Valdir Bezerra”. Já o terceiro andar receberá o nome de Valdeci Amorim. Os três homenageados são ex-deputados estaduais e, em algum momento, comandaram a Casa de Epitácio Pessoa. Os requerimentos foram apresentados pelos deputados Tião Gomes e Hervázio Bezerra (PSB). Ambos, certamente, convictos da grande importância do ato.

Ao longo da nossa história, tem se tornado uma grande pedida dos nossos parlamentares o culto ao poder. Durante muito tempo, as homenagens eram concedidas em vida, porém, a legislação foi mudada e passou a não permitir. De qualquer forma, a escola foi formada e vem desde a colonização. Primeiro, a capital passou de Cidade de Nossa Senhora das Neves para Filipeia de Nossa Senhora das Neves em homenagem ao rei da Espanha. Depois disso, sob o domínio holandês, passou a se chamar Frederica, em homenagem ao rei da Holanda. Logo depois, por algum lampejo de sobriedade, passou a se chamar Parahyba, mesmo nome do Estado. Finalmente, em 1930, após a morte de João Pessoa, teve o nome mudado para homenagear o político.

Tem coisa que não muda…

Com informações de Angélica Nunes, do jornaldadaparaiba.com.br

 

 

 

 

3 comentários - Regime de urgência: deputados dão nomes aos três andares do Paraíba Palace

  1. nrmota Disse:

    Se cobrir vira Circo !! e dos piores. rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr

  2. alberto corte real Disse:

    Regime de urgencia deveria ser a preocupação dos Deputados com os doentes em hospitais, escolas e segurança. isso sim. não dando nomes a andares de prédios. principalmente nessa porcaria de assembleia.

  3. Alysson Disse:

    Suetoni, a capital chamava-se Parahyba do Norte.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *