Araruna dá exemplo e reduz gastos com pessoal

Município atualmente consegue cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal

Prefeitura de Araruna conseguiu enxugar a folha e agora cumpre a Lei de Responsabilidade Fiscal. Foto: Daniel Isaia/Agência Brasil

O município de Araruna, no Curimataú, conseguiu um feito e tanto nos últimos meses: reduzir os gastos com pessoal a ponto de cumprir com o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal. O índice anterior era de 67% do comprometimento da receita com o pagamento de pessoal. Agora, de acordo com levantamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE), baixou este patamar para 52,38%, pouco acima do limite prudencial, que é de 51,3%. O limite máximo de gastos, ultrapassado por grande parte dos prefeitos paraibanos, é de 54%.

Em contato com o blog, o prefeito da cidade, Vital Costa (PP), disse que a meta é enxugar ainda mais o gasto. “Viermos de uma realidade histórica de desmandos e estamos botando a casa em ordem”, ressaltou o gestor. O município foi citado em matéria anterior do blog na qual se falava das cidades com maior gasto com pessoal. Entre os itens de despesa contabilizados pelo Tribunal de Contas, os relacionados com o pagamento de pessoal representavam 77,60%. Apesar disso, é importante uma ressalva: o Índice de Despesas Municipais, do TCE, apenas especifica os gastos. Ele não relaciona despesas com as receitas.

Para ser mais específico, não se pode gastar com o pagamento de pessoal mais de 54% do que se arrecada. Neste quesito, vale ressaltar, segundo levantamento do Tribunal de Contas, a prefeitura de Araruna foi aprovada.

4 comentários - Araruna dá exemplo e reduz gastos com pessoal

  1. Maria Lucia Disse:

    Jesus o proteja prefeito Vital Costa, tudo caminhando muito bem, e melhor vai ficar.Avante Araruna.

  2. Gilberto Leopoldino de Oliveira Disse:

    Parabéns ao prefeito Vital de Araruna pela pelo trabalho que vem realizando na sua cidade, enquanto isso o nosso município de Olivedos com 4.000 mil habitantes gasta 65,25% da meta estabelecida, não cumprido a Lei de esposabilidade fiscal.

  3. Gilberto Leopoldino de Oliveira Disse:

    Parabéns ao prefeito Vital de Araruna pelo trabalho que vem realizando na sua cidade, enquanto isso o nosso município de Olivedos com 4.000 mil habitantes gasta 65,25% da meta estabelecida, não cumprido a Lei de esposabilidade fiscal.

  4. Beto Goes Disse:

    As velhas oligarquias geralmente estragam tudo. Cometem todos os tipos de safadeza em nome de uma suposta tradição, são por demais fisiologistas e enganadores do povo.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *