Eliza é empossada na Assembleia e Marmuthe na Câmara

Tucana promete oposição com responsabilidade e focará acessibilidade e segurança

Eliza Virgínia espera a posse de Tovar Correia Lima para assumir a vaga na Assembleia. Foto: Olenildo Nascimento

A saída do deputado licenciado Tovar Correia Lima (PSDB) vai provocar mudanças significativas na Assembleia Legislativa e na prefeitura de João Pessoa. Uma mudança física, vale ressaltar, mas não ideológica. A vereadora da capital, Eliza Virgínia (PSDB), assumirá a vaga do tucano na Assembleia. A consequência disso é a posse de Marmuthe Cavalcanti (PSD), na Câmara. Ela chegará ao Legislativo estadual com uma pauta de oposição, prometendo um embate duro com os governistas. Já Cavalcanti segue a linha do governismo, já que integra a base aliada do prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

“Vou defender uma pauta em prol da acessibilidade no nosso Estado, mas sem esquecer as cobranças em relação à geração de empregos”, ressaltou Virgínia. Ela alega que 20% da força de trabalho da Paraíba está desempregada. “Vou focar também a segurança pública, afinal, vivemos tempos de Lampião e Maria Bonita”, criticou a vereadora. Ela será empossada na sessão desta terça-feira (1º), na vaga de Tovar Correia Lima, que assumiu a Secretaria de Ciência e Tecnologia da prefeitura de Campina Grande.

Marmuthe retorna à Câmara após o naufrágio nas urnas no ano passado. Ele ocupa hoje o cargo de adjunto do Instituto de Previdência de João Pessoa. Havia a expectativa de que, ao tomar posse, ele retornasse para a prefeitura, em outra pasta. Com isso, abriria espaço para a posse de Benilton Lucena. O parlamentar, no entanto, não aceitou a proposta. Ele fica no cargo enquanto Eliza estiver na vaga de Tovar. A expectativa é a de que o parlamentar licenciado retorne à Casa apenas em abril do ano que vem.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *