Paraíba: nomes para disputa do governo, em 2018, já estão escalados

Governitas e oposicionistas tentam fazer mistério, mas têm pouca massa de manobra

Assediado pelos socialistas, José Maranhão (C) posa para voto ao lado de Luciano Cartaxo no fim de semana. Foto: Divulgação

Há sempre um grau de imprevisibilidade quando o assunto é disputa eleitoral. Isso por que as forças externas, o fato novo, teimam em dar as caras quando o assunto é o jogo do poder. No caso das eleições para o governo, em 2018, as coisas não fogem a este roteiro. O governador Ricardo Coutinho (PSB) blefa quando diz que ficará no governo até o fim do mandato. Esse seria um jogo arriscado, apesar de aumentar as chances eleitorais do seu grupo. Mesmo assim, dificilmente se tornará realidade. Porém, a escolha do secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo, é factível. Tão evidente quanto as opções da oposição.

Os adversários do governador têm mais players com cancha eleitoral para a disputa estadual. Eles demonstraram isso no pleito do ano passado, quando derrotaram o esquema de Ricardo Coutinho nas principais cidades. De tantas opções, no entanto, vem a dificuldade da escolha. Isso se for analisada a primeira vista. Quatro nomes saltam aos olhos: os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB) e José Maranhão (PMDB), além dos prefeitos Luciano Cartaxo (PSD), de João Pessoa, e Romero Rodrigues (PSDB), de Campina Grande. Deles, de fato, apenas Cássio e Cartaxo seguem para 2018 com razoável expectativa de poder.

João Azevedo volta a ser cotado para assumir uma disputa executiva pelo PSB. Foto: Divulgação

Da base governista é fácil entender uma eventual escolha de João Azevedo. O bunker socialista quer vender a tese de que o governador será substituído por um clone. Por alguém que vai substituir o gestor e manter o que eles consideram a ruptura com “modelo ultrapassado de governar”. Isso, se for assimilado pela população como não foi na eleição de 2016, vai suplantar a falta de peso eleitoral de Azevedo. O fato de não ter voto não pode ser usado pelas outras opções existentes na base socialista pelo fato de nenhum deles preencher este requisito. Todos dependerão do guarda-chuvas e da estrutura de poder criada pelo governador. É por isso que muitos cobram a permanência de Ricardo no governo até o fim do mandato.

Do lado da oposição, com mais opções de escolha, difícil vai ser acomodar tanta gente sob um mesmo guarda-chuva. A equação será fechada caso Cássio decida disputar o Senado e abra espaço para Cartaxo disputar o governo. Haverá espaço para dois senadores na chapa, além de quatro suplentes, e ainda a vaga de vice-governador. É uma equação que fecha, mas apenas se não houver jogo de ego. Se não estiver unida, as chances da oposição serão pequenas. Pretendido pelo governador para a sua base, o PMDB dificilmente mudará de lado. ]Ao menos não enquanto estiver sob o comando de Maranhão. Neste fim de semana, ele esteve ao lado de Luciano Cartaxo, durante festa em Belém. A ideia era passar recibo.

Quando o assunto é a eleição de 2018, pode acreditar, as pedras estão bem postas no xadrez…

13 comentários - Paraíba: nomes para disputa do governo, em 2018, já estão escalados

  1. O VITORIOSO EM 2018, SERÁ DA OPOSIÇÃO COM CERTEZA, ESTE GOVERNADOR NÃO FAZ O SEU CANDIDATO.

  2. Odilon Disse:

    Cartaxo queimando depois dos desvio da lagoa.Quem mais tem chance desse grupo,seria o prefeito de CG Romero.Esta mais bem avaliado perante a sociedade!!

  3. Damião Alves dos Santos Disse:

    O importante é aparaiba continuar avasando. E abrindo novas oportunidades para quem está começando. ……nomes político. Não importa…o que importa é que oeleito governe bem sobre o eleitor,

  4. Damião Alves Disse:

    O importante é aparaiba continuar avasando. E abrindo novas oportunidades para quem está começando. ……nomes político. Não importa…o que importa é que oeleito governe bem sobre o eleitor,

  5. Fernando Avelino Alves Disse:

    Nos que vivemos fora do nosso querido estado, a Paraíba, temos a impressão de que o atual Governador, Ricardo Coutinho, tem demostrado muita capacidade de gestão pública, muito melhor de que Governos anteriores. Essa é a minha opinião

  6. Ricardo Disse:

    O Fernando Avelino tem razão sobre a impressão repassada pela mídia marrom de que o atual Governador ter capacidade de gestão, porém os que vivem em nosso Estado, bem como os que conhecem os estatísticas irão se deparar com: retrocesso, retórica, autoritarismo e muitooooo imposto e taxas sobre a população sofrida de nosso estado.

  7. ANA LUCIA Disse:

    Para mim e para as pessoas
    do meu convívio, o melhor Governador que a Paraíba tem se chama Ricardo Coutinho. Gostaria muito, que o próximo, estivesse a mesma visão que ele. Este sim, trabalha em prol da população.
    Trabalha em benefícios da população.
    PARABÉNS GOVERNADOR! VOCÊ TERÁ MEU VOTO PARA SENADOR!!! SEM DÚVIDA!!! CONTINUE ASSIM.

  8. Anderson Silva Disse:

    Apesar de não concordar com algumas escolhas que o atual governador faz atualmente, ainda assim na minha opinião, tivemos mais avanço do que esses ”supostos candidatos” e ”líderes” dos principiais partidos aqui na PB fizeram durante mais de 4 décadas de gestão corrupta e manipuladora.
    A paraíba não pode voltar ao domínio desses falsos democratas!
    Contudo, vemos que a briga da oposição não deixa de lado seu ”ego” do poder e domínio, então, muito provável que veremos um grande ”arranca rabo”, assim como dizia minha falecida avó.

  9. Pedro Disse:

    O FAVORITO DOS GRUPOS DA OPOSIÇÃO É CÁSSIO CUNHA LIMA PARA SER GOVERNADOR DA PB 2018.
    ELE SIM VALORIZA OS SERVIDORES PÚBLICOS COM MUITOS CONCURSOS.
    #CÁSSIOGOVERNADOR2018

  10. qdo eu vejo um governador que aumentou o ipva em 150% , icms de energia 100%
    obras uma obra que gasta 2milhoes e a placa diz que gastou 27milhoes… sei não viu. uepb fechando…stinkkkkkkkk.

  11. Fim da ditadura e da miséria dos funcionário públicos estaduais em 2018,

  12. Luiz Disse:

    Não sei se Pedro é funcionário público estadual, mas, talvez, não se lembre de que quando Cássio foi governador, os funcionários tiveram de fazer empréstimo para ter seus salários em dia. Agora dizer que Ricardo Coutinho não fez a Paraíba avançar no cenário nacional, é ter a memória muito curta.

  13. Ju Disse:

    Não sei qual o pior.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *