Ricardo sanciona lei que obriga hospitais a admitirem acompanhantes de pacientes

Multa em caso de descumprimento pode chegar a R$ 46,7 mil

Lei disciplina autorização para acompanhantes. Foto: Francisco França

Os hospitais públicos e privados da Paraíba não poderão mais negar a presença de acompanhantes para pacientes em atendimento. A lei disciplinando a obrigatoriedade foi publicada na edição desta quarta-feira (7) do Diário Oficial do Estado (DOE). A multa, em caso de descumprimento, pode chegar a R$ 46.760,00, o equivalente a mil UFR (Unidade Fiscal de Referência). O artigo primeiro da lei, de autoria do deputado estadual Adriano Galdino (PSB), diz que “Fica garantido a todo cidadão o direito de ser acompanhado em consultas médicas nas redes pública e privada de atendimento ambulatorial de saúde, em todo o território do Estado da Paraíba”.

Confira, na íntegra, o texto da lei:

LEI Nº 10.905 DE 05 DE JUNHO DE 2017.
AUTORIA: DEPUTADO ADRIANO GALDINO

Assegura o direito a acompanhante no atendimento médico nas redes
pública e privada de saúde do Estado da Paraíba.

O GOVERNADOR DO ESTADO DA PARAÍBA:
Faço saber que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1º Fica garantido a todo cidadão o direito de ser acompanhado em consultas médicas nas redes pública e privada de atendimento ambulatorial de saúde, em todo o território do Estado da Paraíba.
Parágrafo único. Esse direito será exercido pelo próprio paciente, que poderá indicar o seu acompanhante, independentemente de ser parente ou pessoa de sua confi ança, incluídos os cuidadores.
Art. 2º Em todos os locais de atendimento será afixado o cartaz: “Lei nº 10.905/2017: É direito do paciente ser atendido com a presença de seu acompanhante, devidamente identificado”.
Art. 3º O descumprimento ao disposto nesta Lei acarretará, além da responsabilização administrativa do responsável pelo estabelecimento, aplicação de multa entre 200 UFR-PB e 1.000 UFR-PB, podendo esses valores ser duplicados em caso de reincidência.
Parágrafo único. Durante o processo de aplicação da multa deverá ser levado em consideração a capacidade fi nanceira do infrator e o seu grau de culpabilidade.
Art. 4º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

PALÁCIO DO GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA, em João Pessoa, 05 de junho de 2017; 129º da Proclamação da República.
Publicada no DOE de 06/06/2017.
Republicada por incorreção.

 

2 comentários - Ricardo sanciona lei que obriga hospitais a admitirem acompanhantes de pacientes

  1. Marinalva Disse:

    Perfeito… dessa vez ele fez algo maravilhoso. Parabéns RC!!

  2. Antônio luiz Disse:

    Isso é o que se espera de um representante do povo.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *