Joaquim Barbosa defende renúncia de Temer e convoca população a ir para as ruas

 

Ex-ministro foi o principal algoz do PT durante o julgamento do Mensalão

Algoz das principais lideranças petistas no julgamento do Mensalão do PT, no Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa quebrou o silêncio sobre o presidente Michel Temer (PMDB). O ex-ministro defendeu nesta sexta-feira (19) a renúncia imediata do peemedebista. A reação ocorreu através das redes sociais um dia depois da divulgação dos áudios que mostram o gestor referendando a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pelo dono da JBS, Joesley Batista. O dono da maior fábrica de proteínas do mundo revelou, no encontro, a compra de autoridades e negociou a “compra” de apoio para resolver questões com o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

“Não há outra saída: os brasileiros devem se mobilizar, ir para as ruas e reivindicar com força:  a renúncia imediata de Michel Temer”, disse Barbosa. “Isoladamente, a notícia extraída de um inquérito criminal e veiculada há poucas semanas, de que o sr Michel Temer usou o Palácio do Jaburu para pedir propina a um empresário, seria um motivo forte o bastante para se desencadear um clamor pela sua renúncia”, enfatizou o ex-ministro.

comentários - Joaquim Barbosa defende renúncia de Temer e convoca população a ir para as ruas

  1. Ivan santos Disse:

    Brasil,país de corruptos e corruptores.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *