Policiais civis mandam recado a fraudadores de concursos: “vamos tomar café da manhã com você”

Perfil no Instagram alerta suspeitos para o risco de prisão

Reprodução/Instagram

O recado foi dado bem no gênero “Eu sei o que vocês fizeram no verão passado”, revivendo o suspense norte-americano dos anos 1990. Me explico melhor. Um dos perfis alimentados por policiais civis paraibanos alertou, na última quarta-feira (10), para novas prisões no seio da operação Gabarito.

O recado foi dado mais ou menos assim:

“@policiacivilpb Operação Gabarito, passando só pra lembrar a você que entrou no serviço público pela porta dos fundos que em breve estaremos na sua casa pra um “café da manhã ” ao amanhecer do dia ! Boa noite!”

#acasacaiu
#ocafedamanhaepravoce
#pedeprasair
#masaindavamosatrasdevoce

Não era brincadeira, como alguns podem ter pensado. A operação foi desencadeada no último domingo (7), com a prisão de 19 acusados de integrar uma quadrilha especializada na fraude a concursos. Ao todo, em 12 anos, o grupo teria “contaminado” o resultado de mais de 60 processos de seleção. A vaga para o tão sonhado concurso público poderia custar até R$ 150 mil. A Polícia Civil, como ficou claro no recado, estava interessada na prisão não apenas dos fraudadores, mas também dos seus clientes.

Nesta sexta-feira (12), a Polícia Civil saiu novamente às ruas para cumprir 22 mandados de prisão e 7 de busca e apreensão. A lista dos suspeitos incluía servidor do Detran, mais especificamente Diones Leite; dois policiais militares, que não tiveram o nome divulgado, e ainda a servidora pública de Santa Rita, Dayane Nascimento dos Santos. Ela é irmã do agente de trânsito Diogo Nascimento dos Santos, morto em janeiro após ser atropelado durante uma operação da lei seca. O concurso feito por ele, em 2012, também é investigado.

Ao todo, 25 acusados já estão presos e outros 16 estão sendo procurados pela Polícia Civil. Todos aguardando os policiais civis para tomar um “café da manhã”.

A Secretaria de Segurança e Defesa Social (Sedes), por meio da assessoria, informou que o perfil @policiacicilpb não é oficial.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *