Após grupo de WhatsApp, vereador de Bayeux quer voto de “aprauso” para funerária

Vereador fala da atenção da empresa aos “antes” queridos

Adriano do Táxi diz que a funerária escolheu Bayeux para sede da empresa. Foto: Reprodução/Facebook

Os vereadores de Bayeux, cidade da Região Metropolitana de João Pessoa, estão dando aula do que não fazer no Legislativo. Primeiro, Luciene de Fofinho (PSB) conseguiu a aprovação de um voto de aplauso para o grupo de WhatsApp “Polêmica Bayeux”. Não parou por aí. Um mês depois, o vereador Adriano Martins (PMDB) “ganhou holofotes” ao defender a legalização das rinhas de galo. Agora vem a cereja do bolo. O também vereador Adriano do Táxi (PSL) apresentou projeto na Casa propondo “voto de aprauso (talvez aplauso)” para uma funerária instalada na cidade e que, segundo ele, consegue atender toda a família.

Nada mais adequado para o vereador que homenagear uma funerária, afinal, durante o discurso para justificar a matéria, nesta terça-feira (9), ele assassinou várias vezes a língua portuguesa. Veja no vídeo:

Adriano do Táxi, como quem usa a tribuna para fazer merchandising, falou das qualidades da empresa que, ele lembra, escolheu a cidade de Bayeux para instalar a sua matriz há dois anos. No requerimento 393/2017, o parlamentar ressalta, como justificativa para a homenagem, que o a funerária realiza serviço personalizado e humanizado. E tem mais. Ele falou ainda da carga emocional “vivenciada pelos ‘antes’ (talvez ele quisesse dizer entes) queridos” que procuram a empresa. Como se a língua portuguesa não tivesse sido assassinada o suficiente, no discurso, o vereador ainda falou da atenção da funerária na hora da “clemação” (talvez quisesse falar de ‘cremação’).

Melhor do quer falar é mesmo assistir ao vídeo da sessão.

2 comentários - Após grupo de WhatsApp, vereador de Bayeux quer voto de “aprauso” para funerária

  1. Kaline Emanuelly de Oliveira Disse:

    Ele é o cebolinha ao contrário? Pois, ele troca os L pelos R em diversas ocasiões e pior esquece os S no começo do vídeo, mas no final começa a usar. Sei que temos que respeitar a diversidade linguística do nosso país, mas não custa nada pesquisar e revisar o que vai se falar, ou pelo menos pedir ajuda quando não souber escrever e pronunciar algo.
    Quantas pessoas escreveram esse voto de “aprauso”?

  2. Anonimo Disse:

    Lamentável vergonha na câmera municipal de bayeux , vereador Adriano do táxi faz propaganda da empresa , da funerária que veio do ceará forasteiro , na tentativa de desmoralizar os conterrâneo da terra que luta junto ao povo… de bayeux .

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *