“Eu amo ver um galo brigando com outro”, diz vereador de Bayeux

Adriano Martins quer a legalização das rinhas

Operação da polícia fechou rinhas de galo em Bayeux no mês passado. Foto: Divulgação

A Câmara de Vereadores de Bayeux, cidade da Região Metropolitana de João Pessoa, tem se notabilizado pelas polêmicas. Depois da vereadora Luciene de Fofinho (PSB) ganhar fama nacional ao apresentar voto de aplauso para um grupo de WhatsApp, a coisa agora é mais grave. Da tribuna da Casa, em pelo menos duas oportunidades neste ano, o vereador Adriano Martins (PMDB) defendeu a legalização das rinhas de galo. O parlamentar, no entanto, deixa claro: é a favor da briga, mas só de galos, não de seres humanos. Gosta de ver esporas, não troca de socos entre dois homens até que um deles caia. Confira no vídeo abaixo.

Os pronunciamentos ocorreram em duas oportunidades. O primeiro no dia 7 de março e o segundo no dia 9 do mesmo mês. Em conversa com o blog, nesta terça-feira (25), o vereador voltou a defender “as lutas das aves de combate”, como ele prefere chamar. “Eu sou a favor da liberação dos galos de briga, de aves de combate. Eu sou a favor, eu sou um admirador. Eu amo ver um galo brigando com outro, assim, espora… eu gosto, eu acho bonito, como eu acho feio dois seres humanos brigando MMA e UFC. Me desculpem aqui os vereadores que praticam os esportes, mas eu não acho bonito dois homens se esmurrando até um tombar. Eu não acho bonito, mas eu respeito”, disse o parlamentar.

No início do mês passado, no dia 5, a polícia ambiental fechou uma rinha de galo na cidade. Ao todo, 32 aves foram apreendidas e oito pessoas detidas e encaminhadas para a delegacia de Santa Rita. Foram encontrados no local também vários materiais usados na preparação dos galos para as rinhas. Entre os objetos estavam esporas, biqueiras, tesouras e anabolizantes, usados para potencializar os golpes dos animais que em muitos casos lutam até a morte.

Sem criação

Apesar da defesa apaixonada, Adriano Martins garante que não cria “aves de combate” e nem frequenta rinhas de galo. “Eu sei que elas são proibidas. Por isso não vou”, diz. Sobre os galos, é taxativo: “É um animal que já é do seu instinto. O galo de raça, o frango de raça, ele briga por natureza. Quem, começou com as brigas foram os romanos. É um esporte milenar”, assegura o peemedebista. Ele garante que, a partir do momento que a rinha voltar a ser liberada, ele vai comprar um galo e vai “para a briga”. “Se fosse um deputado federal iria, sim, lutar pela legalização dos galos de combate”, assegura o parlamentar da cidade francesa.

37 comentários - “Eu amo ver um galo brigando com outro”, diz vereador de Bayeux

    • João Disse:

      É Ne meu amigo, um país q querem legalizar aborto, maconha, faz festa gey com o dinheiro público, paga indenização para família de bandido morto, onde pessoas são mortas e matadores são mantidos em liberdade e onde políticos roubam e matam indiretamente pessoas com essa corrupção, o que é uma briga de galo?
      Uma seleção natural onde por natureza o mais forte vence e passa sua genética a diante, tenho raiva de hipocrisia.
      Eu sou a favor!

      • Mari silva Disse:

        Uma falta não justifica a outra. Não compare humanos a animais! Os galos são irracionais e estimulados à agressão via anabolizantes e treinamento agressivo. Não queira supor o errado como certo. Rinha é uma prática que conjuga sangue, morte, violência e maus-tratos, e isso não cabe mais nos dias de hoje, estamos evoluindo.

        Quem acha bonito briga, ponha uma espora e uma biqueira e tome anabolizantes, mas não imponha isso a animais/aves que não têm poder de escolha.

        Essa prática de rinha é abominável e deve ser extinta. Sejamos humanos e não bestas-feras.

        • manoel Disse:

          Senhora Meri Silva sou criador desta raça desde criança, quero fazer uma proposta para vc, vou lhe presentear com uma ninhada de 10 pintos a senhora vai criá-los ater completar 8 meses se eles não brigar entre si eu paro de criar, a senhora não vai aplicar anabolizante, nem treiná-lo deixe a coisa a conhecer natural mente.pelo meu ver a senhora não entende deste asunto portanto sua o opinião so atrapalha.

    • andre Disse:

      E isso mesmo vereador os órgãos que dizem estar em prol de salvar aves aniquilam sem piedade e se ser quer dar chances ao animal afinal quem é mais cruel o criador ou esses covardes de carapulsa vai lá nos lugares em que eles colocam as aves a mercê do relento sem comida e água e ve a diferença no criatorio com tratadores ração preparada na hora vitaminas e acompanhamento diário será que os orgaos tem esse tratamento duvido muito.

      • Mari silva Disse:

        Os criadores tratam “bem” para matá-los aos poucos em brigas horripilantes e cheias de sofrimento. Isso é tortura! Até a própria legislação brasileira entende isso, taí a proibição. Extinguam essa barbárie chamada “rinha”. Liguem para a polícia ou Ibama ao saberem da existência de um ato horrendo desses, denunciem.

        Chega de violência gratuita, nossa sociedade merece avançar para melhor e quem pratica tais atos comete dois crimes: um perante as leis do homem e outro perante as leis divinas.

    • andre Disse:

      Num país que elege puta ladrão maconheiro briga de galos e o de menos e os políticos fudendo o Brasil e um bocado de otarios falando besteira querendo proibir a rinha de galos presta atenção no que esse políticos estão fazendo com o país bando de bestas.

  1. Mas num país onde se defende vaquejada como manifestação cultural, onde se faz da democracia um balcão de negócio em prol de se defender o interesse privado e não o do coletivo tudo é possível.

  2. Antônio Disse:

    Vc é o cara meu

  3. Celso mohr Disse:

    É isso mesmo Adriano martins precisamos de pessoas que tenhão conhecimento sobre essas aves magnificas para nos ajudarem a defendelas!!!
    Pode se candidatar a deputado federal que eu votarei em você!!
    Grande abraço

  4. Adilar beckmann Disse:

    Parabéns Adriano Martins o galo combatente merece respeito se não foce nos prezervadoresesta ave estaria em extinção e ainda que da muito emprego e renda direta e indireta devemos tratar as aves muito bem ,Mas elas têm extinto belicoso brigão desde pintinhos temos que cuidalas e aos 7 meses temos que separar senão brigão até morrer abrem os olhos e a mente governantes .

  5. Anderson Costa Disse:

    Parabéns vereador, eu tbm sou admirador dos galos combatentes, porem crio e pratico o esporte. Não se pode proibir a cultura de um povo baseada no instituto belicoso q é peculiar nessas aves.

  6. Pierry Disse:

    Parabéns vereador, você mostrou que conhece a nossa cultura, você não esconde a sua paixão, a briga de galo é a terceira maior paixão dos brasileiros, estamos juntos.

  7. Ramoidelk Disse:

    Gosto do esporte parabens parabems senhores que tentão legalizar

  8. Yves santos Disse:

    Parabéns meu vereador vamos lutar até o fim por nossos guerreiros emplumados.

  9. João Alves de Barros Disse:

    Parabéns Vereador, eu daria mil votos a vc em defesa dessa causa, a polícia tem de coibir e o crime organizado e não perseguir galos e Galisteu. Não vejo nenhuma sabedoria do ser humano em querer acabar com o que ele não criou. Perguntem aos que criticam e perseguem se eles adotariam um galo combatente? A resposta, com certeza seria negativa.

  10. Diogo Passalini Ferreira Disse:

    É de pessoas como este vereador que precisamos em nosso pais! Um cara que deixa a hipocrisia de lado e vala a verdade, fala o que muitos tem medo de falar pois poderia vir a se prejudicar ou perder algo que lhe é conveniente. Vemos tantas Ongs por aí que só foram criadas para fabricar dinheiro para determinadas pessoas ou então para promoção de futuros políticos! Então mais uma vez parabenizo este homem e desejo que ele continue sendo assim!!

  11. Alexandre Disse:

    Parabéns vereador!!! Espero que um dia Alagoas tenha um parlamentar que, assim como vossa senhoria, tenha orgulho de defender essa causa. Muitos até são a favor, mas preferem omitir, com medo da rejeição de quem desconhece a realidade do galismo.

  12. João Disse:

    Quem cria está preservando esses animais da extinção e fazendo o melhoramento genético, toda espécie tem o direito de existir e esses animais são reproduzidos em nossos quintais, e outra provém que nesses animais tem anabolizantes que é mentira, geneticamente eles tem a luta como aptidão e como forma de melhorar sua genética assim como eles faziam na natureza, eu sou um preservado de uma raça, eu amo essa raça e vou lutar por ela.

  13. Haiffe Disse:

    O homem é mau por natureza, e a maior maldade é um ser racional obrigarem outros seres não racionais a brigarem até a morte, pois nao podem se defendefender da maldade do homem os animais matam para se defender ou se alimentar o homem mata por prazer!

    • Pedro Mendes da Silva Filho Disse:

      Sr Haiffe, pra que a gente critique algo ou mesmo pra emitir nossa opinião sobre algum tema é bom conhecermos da matéria, pois essa colocação de que os galos combatem até a morte é completamente equivocada, nas lutas as aves são assistidas por um árbitro, que acompanha o combate do início ao fim, existe um regulamento como no boxe ou MMA, UFC etc. Até entendo seu pensamento, pois na natureza eles realmente lutam até a morte, porém a Avicultura Esportiva tem um caráter plenamente de preservação, nós Avicultores, além de amarmos nossas aves também existe um valor econômico agregado a elas, ninguém deseja sua morte, nós preservamos. O interessante é que a vaquejada, boxe, MMA, UFC, Hipismo (esporte olímpico ), Tuff, são atividades esportivas plenamente aceitas no meio social, Eu também concordo com essas atividades, elas têm em comum com o galismo a atividade esportiva envolvendo animais ou o confronto entre seres vivos, a diferença é que aquelas são exercidas por famílias abastadas, rendem milhões às emissoras de comunicação, já o galismo é atividade típica das classes menos favorecidas, por isso existe o preconceito, por isso existe uma política criminal discriminatória, o galismo preserva!!!

      • Peter P. Disse:

        O senhor gostaria de brigar até a quase morte? Não imponha aos outros o que não quer pra si ou os que ama. Rinha é de uma crueldade animalesca e reprovável.

  14. Manoel mariano Disse:

    Parabéns Vereador Adriano. O galo combatente e por natureza belicoso. Os combates organizados pelos homens são tão antigos quanto a domesticação dessas aves. Quando selvagens a seleção natural se dava através dos combates que eram, por capricho da natureza, inevitáveis. Ocorre que com a domesticação da espécie essa seleção natural continua se dando por meio dos
    combates , só que, com o auxílio do homem. SE ASSIM NÃO FOSSE A ESPÉCIE JÁ ESTARIA EXTINTA. Vamos deixar de hipocrisia e cuidar de preservar. LEGALIZA JÁ.

  15. Pedro Mendes da Silva Filho Disse:

    O galo combatente é um Guerreiro natural, quando ver um igual, enxerga um oponente que deve ser subjugado. Ele combate por instinto, exercício de sua própria destinação genética, disso depende sua evolução genética e sua própria existência, não cabe ao homem decidir se os galos devem ou não combater, cabe apenas respeitar o que a natureza determinou, pois a essa ave pouco importa se admiramos ou repudiamos, ele precisa apenas que o homem respeite seu ímpeto sua natureza, os galos brigam por instinto nós preservamos por amor, respeite o galo, pois não existe Avicultura Esportiva sem o galo e sem esta ele não subsiste ! Viva e preserve nosso galo, nossa tradição e nossas manifestações culturais, chega de hipocrisia, conheça essa cultura e verá que somos os verdadeiros amigos do galo, pois preservamos, viva o galismo, chega de preconceito dessa política criminal discriminatória, sou galista, tenho orgulho disso, sou preservador!!! Pedro Mendes

  16. Georgivan Estrela Dantas Disse:

    Parabéns vereador, são pessoas esclarecidas como o senhor que precisamos na câmera Federal, chega de injustiça com quem cria e preserva as aves combatentes.

  17. Marcone Santiago da Silva Disse:

    Parabéns amigo preservado do galo combatente

  18. Maria de Fátima Disse:

    Esse vagabundo desse vereador deveria estar na cadeia, e todos que
    defendem ele.
    Espero que um dia este covarde seja pego.
    Canalha sem vergonha espero que as leis venham por esse verme fora de circulação.

  19. Maria Cristina Disse:

    Vereadorzinho de merda. Deve ter cocô de galinha no lugar do cérebro.

  20. valesca Tournier Disse:

    Pouca vergonha defender brigas de galos. Que lutam até a morte por ficarem presos numa tinha.
    Pq não vão esses homens brigarem numa rinhas até a morte. Milenar?por favor já se passaram muito tempo e ainda existem pessoas que defendem um absurdo desses. Que prazer sentem em vem uma coisa dessas. Pessoas ruins. Gostaria de saber a quem denumcio

  21. valesca Tournier Disse:

    Pouca vergonha defender brigas de galos. Que lutam até a morte por ficarem presos numa rinha.
    Pq não vão esses homens brigarem numa rinhas até a morte. Milenar?por favor já se passaram muito tempo e ainda existem pessoas que defendem um absurdo desses. Que prazer sentem em verem uma coisa dessas. Pessoas ruins. Gostaria de saber a quem denuncio?

  22. Peter P. Disse:

    Quem é contra essa crueldade gratuita e brutal, denuncie anonimamente aos órgãos competentes (polícia ou Ibama). Precisamos ser cidadãos do bem e atuantes, pois quem cala consente. A lei é clara: rinha é CRIME e deve ser tratada como tal.

  23. Cleber lacerda Disse:

    Quem falai ai a cima q e contra e pq nao entende e ainda umas
    puta veia vao xingar o vereador elas tem q se respeitar e procurar oq fazer.

  24. manoel Disse:

    Gente um criador desta raça passa a ter um ano cuidando destes animais com ração, vitaminas,matos verdes,com toda dedicação, não deixa passar mau air vem uns despreparado e leva os animais para matá-los eles pegão um cabo de vassoura e coloca no pescoço do galo, com os pés pisando no cabo eles puxão o galo pelos pés e quebra o pescoço do animal. Esse e o tratamento que eles fazem.

  25. ARRAIS NETO Disse:

    Parabéns vereador você foi muito feliz nas suas palavras
    Eu tô com você
    Galos combatente nasceram para brigar mais feio é vê dois homens brigando

  26. Weber Vanzo Disse:

    Quem condena as brigas dos galos combatentes, por certo é desconhecedor do assunto. Eu jamais irei discutir sobre turbinas de aviões, por que não sei o funcionamento das mesmas. O que me intriga é ver pessoas totalmente ignorantes no assunto emitirem opinião sobre algo, acredito que deveriam antes, estudarem as questões históricas, desde a Grécia antiga, onde surgiram os galos combatentes, e posteriormente levados para a Europa pelo império romano. Deveriam, também, estudarem biologia, para ver se entendem que a única função da raça denominada “galos combatentes”, é o combate. Os galos não brigam por comida, nem pelas fêmeas e nem por território, brigam pelo instinto de lutar. Quem desconhece esses básicos princípios, deveriam guardar suas opiniões equivocadas para si, ao invés de ficarem se expondo ao ridículo. Vou mais adiante, elaborem um Laudo Pericial feito por biólogos sérios, que atestem as origens e a genética dos galos combatentes, e encaminhem à Câmara dos Deputados em Brasília, onde existem projetos de lei tramitando para a liberação das brigas de galos, que não haverão argumentos para impedir a aprovação. Extinguir uma raça de animal também é proibido pela Constituição Federal, e os órgãos públicos que apreende os galos combatentes, para matá-los, está cometendo um crime, o de extinção da raça, e devem ser denunciados e punidos, na forma da lei.

  27. pedro abib Disse:

    eu já criei muitos galos combatentes,esses analfabetos que falam um monte de besteirasmnãosabem que os galos brigam por instintos,as brigas de galos existem antes de Jesus Cristo NASCEr são analfabetos sobr este assunto.de pai.mãe e parteira,são ignorantes no assunto.

  28. Fabio Magalhães Disse:

    Essas pessoas que falam abobrinha comem frango da Sadia kkkkkkk
    vocês sabem o que eles fazem para poder encher a pança de vocês para vim aqui nesta pagina falar asneiras?
    mais 10 mil frangos são mortos todos os dias para alimenta a população que a cada dia aumenta de uma forma anormal, como se a briga de galo fosse um massacre kkk
    por que vocês não vão lá na sadia, pedir para eles fecharem as portas?
    os frangos lá não deixam de ser vidas?
    sabe por que, por que ninguém é rico para comer filé mignon todo dia, acabou o filezinho, vai correr para o frango que apesar de ser uma carne barata é muito nutritiva.
    os galos de rinha são bem cuidados ta longe de levar uma vida de morte certa, sua carne é ótima para o consumo humano, e eu garanto para qualquer um que nunca precisei usar nenhuma substancia em galo que não seja própria para galos, e polícia ambiental nada contra, mas vão se concentrar nas fronteiras, que todos os dias entra drogas e armas, que alimenta o crime destrói famílias inclusive da classe de vocês, e sabemos que todo efetivo é pouco para realizar esse trabalho, mas na minha opinião ficaria feliz de saber que o dinheiro dos meus impostos está contribuindo para redução do crime, e não de catar galinhas nos quintais dos outros.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *