Falta nexo a quem usa Dilma para defender reformas de Temer

Presidente e ex-presidente ostentam impopularidade histórica

Aliados de Michel Temer usam declarações de Dilma para justificar reformar. Foto: Lula Marques/Agência PT

Os aliados do presidente Michel Temer (PMDB) têm usado vídeos da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) para defender as reformas propostas pelo Executivo. Não faz sentido. Por que o presidente mais impopular da história usa a presidente mais impopular da história como modelo? Os vídeos em questão tratam das reformas trabalhistas e previdenciária. Ambas são propostas por Temer e eram defendidas por Dilma. A petista foi alvo de um impeachment quanto tinha avaliação positiva inferior a 10 pontos. O peemedebista tem avaliação pessoal ainda menor. LEIA MAIS

Em João Pessoa, vocalista do Baiana System puxa “fora Temer”

Russo Passapusso diz não diferenciar o ambiente político do musical

Por Larissa Keren

Russo Passapusso aborda temas políticos e econômicos em suas composições. Foto: Larissa Keren

Você pega a guitarra baiana e mistura com rock, rap, reggae, baião, samba, afoxés, atabaques e tambores, letras com mensagens politizadas e o som da voz do vocalista Russo Passapusso e transforma tudo em um som poderoso, que contagia e faz pensar. Esta é a Baiana System, que esteve em João Pessoa, pela segunda vez, neste sábado (30), para um show no Campus Festival. LEIA MAIS

Escanteado no PMDB, Veneziano poderá assumir o Podemos na Paraíba

Peemedebista tem votado contra projetos de interesse do governo

Veneziano tem se distanciado das diretrizes do PMDB. Foto: Reprodução

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) está de malas prontas para deixar o PMDB. O destino, segundo fontes de Brasília, seria o Podemos (antigo PTN). As conversas entre o parlamentar e a presidente nacional da sigla, Renata Abreu, estão avançadas. Se forem concretizadas, o peemedebista assumiria o comando da agremiação na Paraíba, hoje nas mãos do deputado estadual Janduhy Carneiro. Na bagagem, Veneziano levaria também lideranças peemedebistas que, assim como ele, vivem uma espécie de “inferno astral” no PMDB. LEIA MAIS

Rômulo Gouveia diz que cirurgia não o impedirá de votar reforma da Previdência

Deputado diz que ficará afastado da Câmara apenas oito dias

Rômulo Gouveia (PSD) se interna neste sábado em São Paulo. Foto: Divulgação

O deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) não faltará à votação da reforma da Previdência. Ele será internado neste sábado (29), no Hospital Leforte, em São Paulo, para fazer uma cirurgia bariátrica. O procedimento atende recomendação médica e, ele reforça, estava marcado há meses. A notícia foi publicada na semana passada pelo blog e reforçada nesta sexta-feira (28) com a constatação de que se a votação ocorrer na próxima semana, ele não terá como votá-la. Gouveia discorda do risco. Ele acredita que a votação não ocorrerá nos próximos 15 dias. LEIA MAIS

“Greve geral”: bons argumentos, mas um resultado aquém do esperado

“Greve geral” reuniu bem menos gente que o esperado pelos organizadores em João Pessoa. Foto: Marcelo Lima

A “greve geral” promovida pelas centrais sindicais nesta sexta-feira (28) aliou ingredientes positivos (bons argumentos) e negativos (baixa adesão). É inquestionável na pauta de reivindicações as cobranças contra a perda de direitos, preconizada nas reformas trabalhista e previdenciária. O governo federal, o Congresso e o setor produtivo podem até discordar dos pontos, apresentar divergências, mas não desmerecer as cobranças. Mesmo assim, o que se viu no Ponto de Cem Réis, em João Pessoa, foi um movimento aquém do esperado. Não mais do que 3 mil pessoas estiveram por lá. LEIA MAIS

Rômulo Gouveia será internado neste sábado para cirurgia bariátrica

Rômulo Gouveia diz que precisa perder “uns quilinhos”. Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

O deputado federal Rômulo Gouveia (PSDB) será internado neste sábado (29), em São Paulo. O parlamentar tem entrado em contato com os eleitores para justificar o tempo que passará longe das redes sociais. Por conta da intervenção cirúrgica, ele não participará de votações importantes na Câmara, a exemplo da reforma da Previdência, cuja votação está prevista para a próxima semana. Em conversa com o blog, o parlamentar se mostrou otimista. Ele enfatizou que outros familiares já foram submetidos com sucesso ao procedimento.

“Vou tentar diminuir um pesinho. Meus meninos fizeram também e eu vou fazer no sábado, agora, dia 29”, ressaltou Rômulo Gouveia. O parlamentar é conhecido no mundo político como “Gordinho”, característica, inclusive, usada nas campanhas políticas. A cirurgia bariátrica segue recomendação médica.

 

Artur Bolinha peita defensores da “greve geral” e não fecha loja

Manifestantes se concentram em frente à loja

Seguranças impedem o fechamento de loja pertencente a Artur Bolinha. Foto: Diego Almeida

O empresário e ex-candidato a prefeito de Campina Grande, Artur Bolinha (PPS), decidiu peitar os manifestantes favoráveis à “greve geral”. Ele colocou seguranças em frente a uma das lojas, no Centro da cidade, para impedir a pressão dos sindicalistas sobre os funcionários. Durante o protesto na Rainha da Borborema, foram montados piquetes em frente aos estabelecimentos comerciais para impedir o funcionamento deles. Gritos de “fecha a senzala” viraram coro dos manifestantes. Houve gritaria, troca e empurrões e muita confusão em frente à loja.

Bolinha, que além de político é presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campina Grande (CDL), argumentou que a manifestação é legítima e prevista em lei, mas precisa respeitar o direito de ir e vir das pessoas que querem ir trabalhar. “Principalmente se tratando do comércio. Isso causa um enorme prejuízo não só para as empresas, mas para os funcionários que deixam de receber comissão pelo dia de venda”, disse.

Manifestantes se concentram na frente da loja. Foto: Diego Almeida

O presidente da CDL afirmou que também não entende a escolha do dia, esta sexta-feira, e acusa os sindicatos de criarem um clima de terror na cidade. “Porque no mundo inteiro aproveitam o 1º de maio, que é conhecido como dia determinante para qualquer manifestação. Queria e quero saber do ponto de vista da manifestação o prejuízo que eles teriam se tivesse feito essa manifestação na segunda-feira. talvez tivesse muito mais gente participando das manifestações e não prejudicaria ninguém. O objetivo do sindicato é criar um clima de terror”, comentou.

Como candidato a prefeito, Bolinha ficou em terceiro lugar, com 15.539 votos. O pleito foi vencido pelo prefeito Romero Rodrigues (PSDB), que conseguiu a reeleição, com 138.996 votos, seguido de Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), com 53.837. O blog entrou em contato com Bolinha, mas não obteve retorno.

 

Paraíba: TJPB, Estado e prefeituras não liberam servidores para “greve geral”

Órgãos poderão cortar o ponto dos faltosos

Greve geral: manifestantes programam paralisação para esta sexta-feira (28). Foto: Rizemberg Felipe

Os servidores públicos paraibanos que participarem da “greve geral”, nesta sexta-feira (27), poderão ter o ponto cortado. O presidente Michel Temer (PMDB) já anunciou que a postura será adotada em relação aos servidores públicos federais. O entendimento foi seguido por gestores de governos e prefeituras aliadas. Na Paraíba, apesar de não haver ameaça expressa contra quem aderir à mobilização, a maioria dos órgãos estaduais e municipais negam paralisação do funcionamento. LEIA MAIS

Reforma trabalhista é aprovada com voto majoritário da bancada paraibana

Apenas Luiz Couto e Veneziano foram contra a medida

Brasília – Deputados de partidos de oposição ao governo tentam adiar a votação em plenário do projeto de lei (6787/16), que trata da reforma trabalhista (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Oito dos dez deputados federais paraibanos que compareceram ao plenário da Câmara dos Deputados votaram a favor da reforma trabalhista, proposta pelo presidente Michel Temer (PMDB). Apenas os deputados Luiz Couto (PT) e Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) votaram contra a matéria. Dois parlamentares não compareceram à votação da matéria altera mais de 100 artigos da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Não compareceram à votação os deputados federais Damião Feliciano (PDT) e Wellington Roberto (PR).  LEIA MAIS

“Comarca de Mussum” está entre as que poderão ser fechadas pelo TJPB

Tribunal de Justiça pretende fechar 15 comarcas. Foto: Rizemberg Felipe

A comarca de Pilões, de onde partiu a polêmica publicação com frases inspiradas no humorista Mussum, de Os Trapalhões, poderá ser fechada. Ela consta em um estudo do Tribunal de Justiça da Paraíba, elaborado em 2015, visando o enxugamento na estrutura do Judiciário. A relação inclui 15 comarcas que poderão ser desativadas e 19 entrâncias que poderão ser rebaixadas. O plano foi delineado ainda durante o mandato do ex-presidente da Corte, Marcos Cavalcanti de Albuquerque, e está sendo analisado pelo atual, o desembargador Joás de Brito Pereira. O fechamento tem preocupado os deputados estaduais paraibanos, que tentam evitar a desativação. LEIA MAIS