Voto de Aplauso para WhatsApp “é cheiro de povo”, diz João Gonçalves

João Gonçalves faz defesa de Luciene de Fofinho. Foto: Roberto Guedes/ALPB

Ninguém se surpreenda se o deputado estadual João Gonçalves (PDT) apresentar um pedido de Voto de Aplauso para a vereadora Luciene de Fofinho (PSB), de Bayeux, por ter conseguido Voto de Aplauso para o grupo de WhatsApp “Polêmica Bayeux”. O deputado ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (29), para defender a importância da iniciativa parlamentar. “Isso é cheiro de povo”, acrescentou o parlamentar ao provocar os colegas no plenário, cobrando apoio para a vereadora socialista.

Luciene de Fofinho presta homenagem a grupo de WhatsApp. Foto: Reprodução/Facebook

Luciene de Fofinho causou polêmica ao prestar homenagem a um grupo de discussão no, como ela diz, “Zap Zap”. A vereadora chegou a comemorar a comenda em comentário no seu perfil no Facebook, onde, de próprio punho, errou ainda mais ao se referir ao aplicativo de mensagens como “What ZAP” (SIC). Na justificativa, a parlamentar disse que todos os participantes do grupo “respiravam Bayeux”. O tema repercutiu negativamente na imprensa, por causa do inusitado da homenagem.

A matéria publicada pelo blog repercutiu nacionalmente, a ponto de ser reproduzida pelo site Surrealista, que, inclusive, disponibilizou link para a postagem.

comentários - Voto de Aplauso para WhatsApp “é cheiro de povo”, diz João Gonçalves

  1. joao paulo martins Disse:

    Aguinaldo Ribeiro , Andre Amaral , Benjamin Maranhão , Damião Feliciano , Efraim Filho , Hugo Mota , Pedro Cunha Lima , Rômulo Gouveia , Veneziano Vital do Rego , Wellington Roberto , Wilson Filho , Cássio Cunha Lima , Jose Maranhão , Raimundo Lira … ESTES POLÍTICOS ESTÃO CONTRA O POVO PARAIBANO E A FAVOR DE TEMER COM SUAS REFORMAS DE ENTREGA [ Previdência , terceirização , congelamento dos gastos por 20 anos dentre outras reformas que vão tirar benefícios do mais pobres. 2018 ESTA CHEGANDO E ESTOU APENAS LEMBRANDO VOCÊS SE DESEJAM CONTINUAR COM ESSES TRAIDORES.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *