“Atacou de novo”: Manoel Júnior canta ao lado de Gil, ex-Banda Beijo

O prefeito em exercício de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB), não esconde de ninguém o gosto pela música e, sempre que tem oportunidade, solta a voz. Neste sábado (19), durante o show de Gil, ex-banda Beijo no bloco Tambiá Folia, o gestor foi abordado por vários foliões que perguntavam se ele não iria cantar. Para todos, a resposta era uma só: “Não, de jeito nenhum”. Mas não foi bem assim. Lá pelas tantas, já perto do fim da apresentação, a cantora se dirigiu ao camarote do vereador e presidente da Câmara de João Pessoa, Marcos Vinícius (PSDB), um dos fundadores da agremiação. Lá chegando, enquanto cantava Morena Tropicana, de Alceu Valença, Gil ganhou a nada surpreendente companhia de Manoel Júnior ao microfone.

Manoel Júnior assumiu a titularidade do cargo de prefeito na última sexta-feira (17) em decorrência da licença tirada pelo prefeito Luciano Cartaxo (PSD), que passará 15 dias afastado do cargo. Ele chegou ao palco, por volta das 21h, acompanhado do irmão do prefeito e presidente municipal do PSD, Lucélio Cartaxo. O peemedebista ganhou fama de “cantador” depois que foi flagrado cantando Dia Branco, de Geraldo Azevedo, durante o aniversário de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ex-todo poderoso presidente da Câmara dos Deputados. Na época, eles eram muito próximos, mas, no ano passado, Júnior votou pela cassação do mandato do ex-colega. Recentemente, durante entrevista em uma rádio, o deputado soltou a voz.

Toda as tribos

O camarote de Marcos Vinícius no Tambiá Folia foi o que pode ser chamado de apartidário. Eleito com o apoio tanto da oposição quanto da situação, ele reuniu tanto os aliados do prefeito Luciano Cartaxo quanto os adversários. Dos oposicionistas, passaram por lá Sandra Marrocos (PSB), Marcos Henriques (PT), Humberto Pontes (PTdoB) e Chico do Sindicato (PTdoB). O promotor do Meio Ambiente e Patrimônio Social, João Geraldo, considerado pelos aliados de Cartaxo como “o líder da oposição no Ministério Público”, transitava com desenvoltura entre os convidados da festa.

Lucélio, o governador

O irmão do prefeito Luciano Cartaxo, Lucélio Cartaxo, vem frequentando todos os polos da folia. A todo instante, neste sábado, ele era abordado por foliões/eleitores dizendo que votaria nele para governador. Gêmeos idênticos, Luciano e Lucélio dividem a cidade para fazer campanha desde que o atual prefeito era apenas vereador da capital. “Fui cumprimentado por muitas pessoas, até policiais militares, todos prometendo voto”, disse, entre risos, o presidente municipal do PSD. Sobre estratégias para a campanha de 2018, ele disse que elas começarão a ser traçadas depois do carnaval.

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *