Folia política ganha as ruas nas prévias carnavalescas de João Pessoa

Ronaldo Barbosa (D), presidnete do PSB de João Pessoa, no bloco Fala Sério. Imagem/Reprodução Facebook

A tirar pelas eleições do ano passado, a mistura de política com eleições não é exatamente uma combinação perfeita. A maioria dos vereadores de João Pessoa que banca ou apoia blocos pré-carnavalescos foi derrotada nas urnas. Os únicos vitoriosos foram Marcos Vinícius (PSDB), atual presidente da Câmara de Vereadores de João Pessoa e fundador do Tambiá Folia, e João dos Santos (PR), que comanda a festa no bloco Vaca Morta. O ex-vereador Fuba, puxador oficial do Muriçocas do Miramar, o maior bloco pré-carnavalesco da capital, não foi reeleito. Ele é o idealizador também do Acorda Miramar.

Fuba, vale ressaltar, não é o único neste barco de insucessos políticos registrado em 2016. A lista, na verdade, é bem grande. No time dos ex-vereadores sem mandato e que bancam blocos estão Marmuthe Cavalcanti (PSD), que apoia o Peruas do Valentina; Bira Pereira (PSD), com o Pira na Folia; Geraldo Amorim, com o Amoringa dos Bancários, e Tavinho Santos (PTdoB), conhecido pelo apoio aos blocos que desfilam no bairro do Roger. O Muriçocas do Miramar, vale lembrar, gerou uma “franquia” para o PSB do governador Ricardo Coutinho (PSB), com a promoção da Girassoca – o bloco é usado com efeito eleitoral.

Mas quem gosta de política vai encontrar também alguns blocos alternativos. Um exemplo é o Fala Sério, formado pelos militantes do PSB de João Pessoa. Tem também o Traíras Fora, idealizado pelo deputado estadual Anísio Maia (PT) e que se reuniu pela primeira vez no ano passado. Outra opção, neste caso para os adversários do governador Ricardo Coutinho, é o Quero Morar na Granja, uma sátira alusiva à compra das lagostas para abastecer as dispensas da Granja Santana, residência oficial do governador, anos atrás. O bloco, no entanto, não vai sair às ruas neste ano.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *