Crise de saúde afasta do cargo prefeito em exercício de Campina Grande

Ronaldo Cunha Lima Filho tira licença médica por causa de doença. Foto: Divulgação/PMCG

Ronaldo Cunha Lima Filho tira licença médica por causa de doença. Foto: Divulgação/PMCG

O prefeito em exercício de Campina Grande, Ronaldo Cunha Lima Filho (PSDB), se afastou do cargo por recomendação médica no primeiro dia da licença do prefeito Romero Rodrigues, do mesmo partido. O tucano acompanharia a visita dos ministros Ricardo Barros e Osmar Terra, nesta segunda-feira, 28, mas ficou impossibilitado por conta de problemas de saúde, deste o domingo (27). Ele foi acometido de uma crise de diverticulite, doença que provoca a formação de bolsas e quistos no intestino grosso.

“Mais uma vez, por causa de uma crise de diverticulite, Ronaldinho se submeteu a exames e recebeu expressa recomendação médica para, além de um rigoroso tratamento à base de medicamentos, se submeta a absoluto repouso nos próximos dois dias”, diz a nota divulgada pela prefeitura de Campina Grande. “De qualquer forma, o prefeito em exercício já deixou claro que acompanhará a rotina administrativa do Município, promovendo despachos com sua assessoria em domicílio e retomará o integral ritmo administrativo, tão logo receba autorização médica”, acrescenta.

Cunha lima também divulgou nota nas redes sociais a certa da doença. “Estimados amigos, estou em meio a fortíssima crise de diverticulite. Estou relutando em ter que me internar, mas pra isso estou tendo que me submeter às ordens médicas. Repouso absoluto, alimentação pastosa, tomar soro e correr do estresse. Lembrem-se que já quase morri por conta dessa doença. Nesse sentido vou me ausentar daqui por um tempo. Abraço a todos”, ressaltou em postagem na manhã desta segunda-feira.

Titular

Romero Rodrigues se afastou do cargo por um período de 14 dias, contados a partir desta segunda. Ele explicou que, anualmente, durante um período de no máximo 15 dias, tira licença em sintonia em sintonia com o período de férias escolares de seus dois filhos.

Nota da prefeitura de Campina Grande

Tendo se preparado para participar de toda a programação de visita a Campina Grande dos ministros Ricardo Barros e Osmar Terra, nesta segunda-feira, 28, o prefeito em exercício Ronaldo Cunha Lima Filho ficou impossibilitado de prestigiar as agendas das duas autoridades por conta de inusitado problema de saúde, neste domingo.

Mais uma vez, por causa de uma crise de diverticulite, Ronaldinho se submeteu a exames e recebeu expressa recomendação médica para, além de um rigoroso tratamento à base de medicamentos, se submeta a absoluto repouso nos próximos dois dias.

De qualquer forma, o prefeito em exercício já deixou claro que acompanhará a rotina administrativa do Município, promovendo despachos com sua assessoria em domicílio e retomará o integral ritmo administrativo, tão logo receba autorização médica.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *