Líder estudantil enquadra Wilson Filho durante debate sobre educação em Sousa

O deputado federal Wilson Filho (PTB) foi alvo de um discurso duro, neste sábado (25), em Sousa (PB), durante uma audiência na Câmara Municipal para discutir a possibilidade de criação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão da Paraíba (IFSPB). A medida é discutida na Câmara dos Deputados através do projeto de lei Lei 4.389/2016. Ao pegar o microfone, a líder estudantil Jaciara Saraiva, estudante do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPB) acusou o parlamentar de ter posturas diferentes da prática em relação à educação. Uma prova disso, segundo ela, seria o voto dado pelo parlamentar na aprovação, na Câmara dos Deputados, da Proposta de Emenda à Constituição 241, a PEC que cria um teto para os gastos.

Antes do evento, Wilson Filho tinha falado da importância da criação do IFSPB. “Será de extrema importância para o Sertão ter esse centro de pesquisa e ensino, atendendo melhor os estudantes e centrando força no desenvolvimento de projetos e alternativas para aquela região”, comentou.
A propositura autoriza também o desmembramento do IFPB, criado pela Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. “O Instituto terá por objetivo ministrar educação básica, técnica, tecnológica, superior e de pós-graduação, além de desenvolver pesquisa nas diversas áreas do conhecimento e promover a extensão, caracterizando sua inserção regional mediante atuação multicampi”, disse, acrescentando que a instituição levará desenvolvimento para a Região.

13 comentários - Líder estudantil enquadra Wilson Filho durante debate sobre educação em Sousa

  1. Maria Disse:

    “cada um aqui tem uma ideologia?” estes alunos são uns pobres coitados, nem sabem o que é a PEC. Não falou nada só besteira, mostrou que não sabe de nada, falou um bocado e não disse nada

    • Joao Paulo Batista Disse:

      A aluna deixou muito bem clara a contradição no discurso do deputado que, ao mesmo tempo em que vota contra a educação por meio da aprovação da PEC 242/55 (congela gastos públicos por 20 anos), vem fala em melhorar a educação do sertanejo por meio do desmembramento do IFPB e criação do IFSPB.

    • Maria Jose Disse:

      Cara Maria. Ela mostrou muito bem a contradição do discurso do deputado. Você foi quem não entendeu.

  2. Josiclei Cruz Disse:

    Boa Noite

    Grande exemplo, o conteúdo do vídeo, parabéns a aluna que sabe bem a importância do debate. É um fato que acontece, são os imail que enviamos para os deputados federais da PARAÍBA, ficamos sem repostas, também tenho o hábito de enviar imail para os nossos representantes lá em Brasilia, e a resposta que tenho é o silêncio. Ela não é a unica pessoa que não recebe se quer uma resposta do imail.

    No dia 05/10 tive como consolo a confirmação de leitura e nada mais do Dep. Federal Pedro Cunha Lima.

    Até hoje sem uma resposta, infelizmente isso acontece.

  3. Não vi, tampouco ouvi besteira alguma nas colocações que foram feitas pela população na Câmara. O que percebi foi que a classe política reacionária presente, se incomodou bastante, pois só esperava aplausos, devido está acostumada com a ignorância do povo.

  4. Veronica Rufino Disse:

    Ao contrário do mencionado acima, a aluna e muitos outros alunos do IFPB sabe sim o que é a PEC! O discurso dela reflete a revolta diante da negativa de debate sobre o assunto (criação do IFSPB)… Pq não se faz consulta aos que serão afetados com a criação? “Pobres, coitados” são pessoas como esse deputado aí, que não tem noção do que é a realidade da educação paraibana e brasileira! Passa uma semana visitando escolas e campi, Sr deputado… Depois, conversamos!!!

  5. Alzenir Disse:

    Nem ela nem um de vocês sabem o que propõe a PEC 241/55. Se soubessem seriam mais específicos: limita os gastos primários no exercício de 2017 para 7,2% dos gastos em 2016, nos exercícios seguintes……..vão ler a PEC, aprendam, o que são gastos primários. Quem sugeriu o limite nos gastos foi Antonio Palocci, governo Lula, brecada por Dona Dilma, Ministra da Casa Civil, porque ela queria, no período das eleições aumentar os gastos primários para comprar voto usando benefícios sociais. Leiam os relatórios do TCU sobre Minha Casa Minha Vida, FGTS, BNDES e etc. Ela aumentou tanto os gastos, sem lastro que começou a retirar descontroladamente dinheiro das Estatais e Fundos de Pensão, quebramos.
    Gostaria que essa líder estudantil mostrasse o CV dela, gostaria de ver as notas delas e o que ela acrescenta para o contribuinte que banca a vagabundagem dela. Pobre do Brasil com gente como vocês.

  6. Maria Jose Disse:

    Parabéns a aluna que identificou muito bem o discurso vazio desse Deputado GOLPISTAS. Diz uma coisa e faz outra, pensando que engana a todo mundo. Já foi o tempo em os políticos desse país dizia qualquer babaquice e recebia aplausos. Hoje o debate está de igual pra igual, ou acontece o que aconteceu com esse aí! Passou vergonha.

  7. jose florentino Disse:

    disse tudo.

  8. jose florentino Disse:

    disse tudo, parabéns a esta jovem.

  9. J. Cruz Disse:

    Disse nada com nada, esses alunos estão mal de líder, essa garotaa não tem a tino do dialogo

  10. Léo Disse:

    Primeiramente. a matéria não mostrou a resposta do deputado, apenas mostrou uma aluna sem nenhum conhecimento da pec e movida apenas por uma ideologia marxista, transmetida por seus professores. Mas desafio, qualquer um ai em cima a me dizer na pec, onde diz que vai haver cortes no orçamento de educação e saude?
    Não estou defendendo o deputado, não o conheço e bandido tem que ta na cadeia, seja político ou não, e seja quem for, não tenho político de estimação!
    Não vi nenhum movimento estudantil, ano passado qdo o governo federa cortou 9,4 Bi da educação e saude 11,7 Bi.
    Onde vcs estavão?

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *