Aos poucos, Dom Genival muda peças estratégicas deixadas por Dom Aldo

dom-genival-saraiva

Foto: Divulgação

O administrador apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva, retornou de Roma na semana passada, onde conversou e celebrou ao lado do papa Francisco. Na bagagem, além do apoio às mudanças feitas até agora, trouxe na cabeça mais alterações na composição administrativa da Igreja. As últimas ocorreram no cerimonial, com as saídas dos padres Francisco Abel Pereira Martins e Padre Marcelo Arruda, abrindo caminho para a posse do diácono Erionaldo Jerônimo Duarte.

Ela se sucede a outras mudanças, de pessoas nomeadas anteriormente pelo agora arcebispo emérito da Paraíba, Dom Aldo Pagotto. Da chancelaria da Cúria, saiu o padre Francisco Abel Pereira Martins para dar lugar ao padre Gimesson Eduardo da Silva. Já da Câmara Auxiliar Eclesiástica saiu o padre Marcelo Arruda e entrou o novo vigário judicial e juiz auditor, padre Luiz Carlos Machado de Souza Filho. Todas as mudanças, de acordo com informações da Igreja, foram chanceladas pelo papa.

Do grupo ligado a Dom Aldo, também houve o caso dos religiosos suspensos. A lista inclui três padres de João Pessoa, que participado do círculo mais íntimo do poder da Igreja Católica no Estado durante a gestão do hoje arcebispo emérito. São eles: Monsenhor Jaelson de Andrade, Monsenhor Ednaldo Araújo e Padre Severino Lima. Com a decisão, assinada por Dom Genival Saraiva, administrador apostólico, os religiosos ficaram impedidos de celebrar missas, realizar batizados e de fazer qualquer outra atividade inerente ao cargo de padre ou monsenhor.

Dom Genival chegou à Paraíba nomeado pelo papa Francisco para substituir Dom Aldo Pagotto, que renunciou ao cargo após ser investigado por denúncias de acobertar casos de exploração sexual de crianças e adolescentes praticadas por padres e seminaristas. O religioso também foi acusado de manter um relacionamento amoroso com um jovem. Durante o período de investigação, a Arquidiocese da Paraíba recebeu várias visitas canônicas e o arcebispo chegou a ser impedido de ordenar. Ao renunciar, Dom Aldo disse ter confiado demais nas pessoas erradas.

 

 

comentários - Aos poucos, Dom Genival muda peças estratégicas deixadas por Dom Aldo

  1. Cristiano Disse:

    Na próxima sexta-feira iniciaremos a Assembleia Arquidiocesana, que o Espírito Santo nos conduza para águas mais profundas que tenha como resultado, justiça e Paz em nossa Arquidiocese da Parayba.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *