Governador critica bancada federal, apesar de ter maioria

O governador Ricardo Coutinho (PSB) aproveitou o programa radiofônico produzido pela imprensa oficial do estado, a “Fala Governador”, para criticar o posicionamento da bancada federal paraibana. As declarações mostram que a maioria construída por ele serve apenas para fazer volume. A bancada governista conta com sete das doze cadeiras na Câmara dos Deputados e uma das três vagas no Senado. No somatório geral, são oito dos 15 parlamentares paraibanos alinhados com o gestor. Mesmo assim, o saldo é negativo.

A avaliação do governador foi feita ao ser questionado sobre eventual ajuda da bancada para intermediar a reunião dele com o presidente Michel Temer (PMDB), prevista para esta quarta-feira (16), ao meio-dia. Do rol de aliados, o governador lembrou como colaborativos Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), Wilson Filho (PTB), Damião Feliciano (PDT), André Amaral (do PMDB e suplente de Veneziano) e o senador Raimundo Lira (PMDB), este último extremamente elogiado, já que intermediou o encontro com o presidente.

Coutinho fez críticas à falta de apoio para projetos para a inclusão entre as emendas parlamentares para o Orçamento Geral da União para o próximo ano. Ele lembrou pleitos rejeitados como a destinação de recursos para o 3º Eixo da Transposição, que traria água do canal que passa no Ceará para Condado, no Sertão, além do Sistema Adutor da Borborema. Os pleitos foram encampados pela bancada governista ligada ao governador que, apesar de ter maioria, não conseguiu emplacar o projeto.

O coordenador da bancada paraibana, Benjamin Maranhão (SD), ao comentar as queixas do governador, dias atrás, culpou a falta de articulação governista para emplacar as emendas de interesse do estado. Ele disse não ter recebido qualquer ligação do gestor e o único a procurá-lo foi o secretário de Recursos Hídricos, João Azevedo, que, na época, não apresentou apresentou qualquer projeto.

Governistas

Efraim Filho (DEM)
Damião Feliciano (PDT)
Luiz Couto (PT)
Wellington Roberto (PR)
Veneziano Vital do Rêgo (André Amaral)
Wilson Filho (PTB)
Hugo Motta (PMDB)
Raimundo Lira

Oposição

Pedro Cunha Lima (PSDB)
Aguinaldo Ribeiro (PP)
Manoel Junior (PMDB)
Rômulo Gouveia (PSD)
Benjamin Maranhão (SD)
Cássio Cunha Lima (PSDB)
José Maranhão (PMDB)

comentários - Governador critica bancada federal, apesar de ter maioria

  1. Como é que o Deputado benjamim Maranhão hoje quer pousar de bonzinho, de “Batman”, paladino da justiça e se oferecer para acompanhar o Governador na audiência com O Presidente Temmer. Não colocou nenhuma emenda em favor das aspirações do Governo e quer na última hora aparecer no trem em movimento. É ,mesmo um pássaro de última navegação e que depois possa dizer que se ofereceu ao Governo para intermediar e ele é que não quis. Vai te catar benjamim Maranhão. O povo não é idiota e está atento as manobras dos maus políticos que a Paraíba está tendo no momento da crise.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *