Decisão do Detran trava financiamento de veículos na Paraíba

Crédito: Rizemberg Felipe

Crédito: Rizemberg Felipe

As pessoas que procuram concessionárias e instituições financeiras para a compra financiada de veículos estão voltando de mãos vazias desde a última segunda-feira (7). Tudo por que o Departamento de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) trocou as empresas responsáveis pela inclusão e baixa de gravames, quebrando o monopólio da Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos (Cetip) e delegando a operação à Bunkertech. O superintendente do órgão, Agamenon Vieira, no entanto, se mostra otimista quanto ao retorno da operação.

O otimismo do órgão não é compartilhado pelo presidente do Sindicato do Comércio dos Revendedores de Veículos da Paraíba, Waldeck Pinheiro. Ele cobra solução rápida para o imbróglio e explica que a medida tem prejudicado perto de 200 lojas de veículos, inviabilizando uma média de R$ 200 mil por dia em financiamentos. “O governo busca melhorar a arrecadação, mas tem amargado prejuízo, já que ficou tudo parado”, criticou o dirigente, reforçando a desconfiança das instituições financeiras em relação à mudança nas regras por parte do Detran.

Solução

O problema é que ao descredenciar a Cetip, a Paraíba foi desconectada do Sistema Nacional de Gravames (SNG), um sistema único que permite às instituições financeiras a garantia de que não estão financiando um veículo com restrições em outros estados. Com a mudança adotada pelo Detran, as consultas passam a ser feitas através do Sistema de Registro de Gravames (Sisgrav), fruto de um acordo de cooperação técnica com o Instituto Brasil Cidades. O órgão garante que as consultas estão sendo feitas normalmente.

O descredenciamento da Cetip foi informada à Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). O superintendente do Detran assegurou que informações repassadas a ele pela Bunkerteck dão conta de que vários agentes financeiros já entraram em contato buscando informações de como proceder para regularizar a situação e retomar os financiamentos no Estado. O Detran disse que a medida foi adotada para acabar com o monopólio mantido pela Federação Nacional das Seguradoras (Fenaseg)/Cetip.

Agamenon Vieira explicou que está esperando uma visita à Paraíba de um representante da Acrefi, prevista para a quarta-feira,  quando será discutido o assunto institucionalmente. O governo do Estado alega que conseguirá ampliar a arredação com a medida, mas não apresentou em que patamar. Por enquanto, o resultado não é esperado.

9 comentários - Decisão do Detran trava financiamento de veículos na Paraíba

  1. Josineide de Oliveira Dornelas Disse:

    Quer dizer q compre um carro zero e, posso andar com ele sem em placar, pois não estou conseguindo em placar o carro no DETRAN, só acontece isso aqui na Paraíba minha terra amada

    • Carol Correia Disse:

      Não, Os bancos não estão conseguindo pagar o financiamento as lojas. Então se vc for comprar um carro financiado, vc não vai levar ele para casa, Só quando isso se resolver e o banco poder passar para as lojas o valor financiado. Se vc comprar a vista vc consegue emplacar ele normalmente.

  2. Silvio Disse:

    Quanto será que os dirigentes estão levando em dinheiro nessa negociata.

  3. Luciano Gonzaga Disse:

    Infelizmente o que se vê na verdade é o aumento na arrecadação. Nunca o bem estar daqueles que necessitam do serviço. Lamentável.

  4. Islam Disse:

    Ja ta muito bom com essa Crise e ainda vem essa e tudo politicagem mermo o Paraíba vêa Boa.. ….

  5. Antônio gomes Disse:

    Só prejudica o usuario.

  6. Antônio gomes Disse:

    Onde está o Sr. GOVERNADOR que não enxerga tudo isto.

  7. Rafael Disse:

    A Paraiba presisa dos Bancos
    E bom resolver com coerência.

  8. José Normando Disse:

    Infelizmente além dessa crise toda q passamos o governo ainda faz isso… Vendi meu carro em cima de uma carta de crédito no BB CONSÓRCIO desde o dia 07/11/ 2016 e por causa DISSO não consigo receber meu dinheiro pq tem dar baixa no gravame isso é o bom governo???

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *