PRF apreende R$ 38 mil que seriam usados para a compra de votos

Fotos: Divulgação/PRF

Fotos: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de R$ 38 mil em dinheiro desde a tarde desta sexta-feira (1°). As abordagens foram feitas nas BRs 104 e 230, na região do Agreste da Paraíba e podem caracterizar crime eleitoral. Na tarde da sexta, em fiscalização na BR-104, em Queimadas, os agentes policiais deram ordem de parada a uma caminhonete Toyota/Hilux, conduzida por um homem, cuja identidade não foi divulgada pela polícia. Em revista ao interior do veículo foram encontradas em um console R$ 16 mil em cédulas de R$ 100. Além do dinheiro, foram encontrados ainda caixas de fogos de artifício e folhetos de propaganda eleitoral de candidatos a vereador e prefeito do município de Barra de Santana. O condutor, juntamente com o veículo e todo o material apreendido, foram encaminhados à Polícia Civil de Queimadas para dar prosseguimento na ocorrência através da abertura de inquérito no sentido de identificar a ocorrência de crime eleitoral.

Já na Unidade Operacional da PRF de Santa Terezinha, os policiais abordaram outra caminhonete VW Amarok no período da noite. Um homem natural de Campina Grande e identificado como servidor público estadual, ligado à Secretaria de Agricultura do Estado da Paraíba, portava em baixo do banco do passageiro dois envelopes contendo R$ 22,6 mil em espécie. Ele estava vestido com camisa com cor e número relacionados à partido político e viajava, por ordem do seu chefe imediato, para levar o veículo de João Pessoa para Campina Grande. Os policiais descobriram que a caminhonete pertence a uma locadora, mas está alugada ao governo do Estado. O homem explicou que a quantia em dinheiro era proveniente de uma venda de um automóvel, no entanto, não pôde comprovar. A PRF manterá o reforço na fiscalização de trânsito e policiamento até a meia-noite do próximo domingo.

Com informações da Assessora da PRF

Quiz das Eleições: veja que candidato pensa mais parecido com você

redimensionaOs eleitores de João Pessoa e Campina Grande que ainda não escolheram o candidato a prefeito nas duas cidades têm uma opção que talvez dê uma força para a definição. O hotsite de eleições do Jornal da Paraíba traz um Quiz com 11 perguntas respondidas pelos candidatos e, agora, disponibilizadas para os eleitores. Por similaridade de respostas, o sistema vai indicar qual dos postulantes nas duas cidades respondeu as perguntas de forma mais parecida com as do eleitor. A partir daí, cabe ao internauta refletir sobre que opção tomar. Ao concluir a consulta, o leitor/eleitor tem a possibilidade de compartilhar a ferramenta, lembrando que como o resultado da consulta é pessoal, ela não é divulgada no compartilhamento. Acesse e confira

Quatro candidatos paraibanos morrem antes da eleição

urnaAs eleições deste ano vão acontecer sem quatro dos candidatos que iniciaram a corrida eleitoral, mas que faleceram durante a campanha. Eram dois postulantes ao cargo de vereador e dois a prefeito. O primeiro caso foi o do candidato petista a vereador de João Pessoa, Sargento Guido. Antes mesmo de a campanha ganhar as ruas, no dia 14 de agosto, ele morreu em decorrência de um acidente na BR-230. A morte gerou muita comoção no partido. Ainda durante a campanha, outro candidato a vereador, Pedro Montelles (PP), de Mamanguape, veio a óbito.

Mais recentemente morreram dois candidatos a prefeito, ambos em decorrência do agravamento do câncer. No dia 26, na semana passada, faleceu a candidata a prefeita de Solânea, Rosângela Vital (PSOL). Ela enfrentava um câncer no cérebro e estava internada no Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa. A outra notícia triste para o eleitorado é que no dia seguinte morreu o candidato a prefeito da cidade de Santo André, no Cariri paraibano, Petrônio Matias de Medeiros (PR). Ele tinha 71 anos. Matias também faleceu em decorrência de um câncer.