Manobra governista impede afastamento de Netinho

Crédito: Francisco França

Crédito: Francisco França

Os vereadores da oposição até que tentaram, mas não conseguiram o afastamento do prefeito de Santa Rita, Netinho de Várzea Nova (PR). Uma manobra gestada na base governista fez com que nove parlamentares faltassem à sessão. Eram necessários 13 dos 19 votos possíveis para que o mandatário perdesse o cargo em definitivo. Com apenas 10 representantes na sessão, por unanimidade, os vereadores aprovaram a admissibilidade da denúncia e foi criada uma Comissão Processante, que terá 180 dias para apresentar um parecer pelo afastamento ou não do gestor.

A denúncia que está sendo considerada para o afastamento pela direção da Casa está dividida em três eixos: atraso nos salários dos servidores sem que tenha havido descontinuidade na arrecadação e nos repasses federais; o não repasse de contribuições previdenciárias apesar do desconto em folha, e, por último, o desconto dos empréstimos consignados dos servidores sem o devido repasse do dinheiro para a Caixa Econômica Federal. De acordo com o presidente da Câmara Municipal, Anésio Miranda (PSB), o parecer da comissão poderá sair já na próxima semana.

Composição

A Comissão Processante será presidida pelo vereador Joselito Carneiro (PSB) e terá Aurian Lima (PMDB) como relator. Já Severino Farias compõe o grupo na função de membro. Caso os vereadores optem pela saída de Netinho de Várzea Nova em qualquer dia a partir da próxima semana, o presidente da Casa, Anésio Miranda, poderá assumir o comando da prefeitura. Se isso ocorresse esta semana, ele ficaria impedido por conta da legislação eleitoral. “Vou me resguardar a falar sobre isso apenas depois que a comissão processante apresentar o seu parecer”, ressaltou Miranda.

Em conversa com o blog, nesta segunda-feira (26), o prefeito Netinho de Várzea Nova negou as acusações e fez duras críticas aos vereadores, apesar de admitir que poderia pagar um preço alto por isso. “A Câmara de Santa Rita tem homens e mulheres de bem. Mas pode ter certeza: tem bandidos que talvez quem esteja preso hoje dentro do Presídio Padrão de Santa Rita seja mais honesto do que alguns bandidos que têm em Santa Rita, dentro desta Câmara. Mas tem homens e mulheres de bem”, vociferou Netinho, ao analisar o risco de afastamento.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *