Desistências de Quinto e Sobrinho: nesta eleição só restarão os mais fortes

União em Santa RitaAs eleições deste ano vão ficar na história como um divisor de águas. Desde o primeiro momento, as candidaturas foram surgindo e caindo em seguida por uma constatação muito simples: não existe mais a mamata das doações de empresas para reforçar o caixa oficial de campanha. Em João Pessoa, o primeiro a pedir arrego foi Manoel Júnior (PMDB), hoje candidato a vice de Luciano Cartaxo (PSD). Depois foi a vez de Wilson Filho (PTB), agora vice de Cida Ramos (PSB). Como eles, em várias cidades do Estado, são fartos os casos de desistência. Foram 215 até agora. Os mais recentes são os de Santa Rita, com Quinto Filho de Marcus Odilon (PSC), agora apoiador de Zé Paulo (PSB), e Cabedelo, com Fernando Sobrinho (DEM) dando adeus à disputa em prol de Eneida Régis (PDT).

A situação em Cabedelo é ainda mais peculiar. A cidade era a detentora do maior número de candidatos. Sete ao todo. Este número cai agora para cinco, já que no início da semana passada Lucas Santino (PMDB) também desistiu para apoiar Eneida Régis, contra, principalmente, o atual prefeito, Leto Viana (PRP). Em Santa Rita, Quinto saiu da disputa atirando contra o atual prefeito, Netinho de Várzea Nova (PR), acusando-o de apoiar nos bastidores Dr. Emerson Panta (PSDB). O clima de campanha é quente em todas as cidades, apesar de as ruas estarem mais limpas em relação à propaganda política. A dificuldade de financiamento tem feito muitas “vítimas” na eleição deste ano. Vamos esperar que isso tenha um resultado positivo.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *