Lenildo Morais assume em Patos e exonera todos os secretários

Lenildo Morais toma posse na prefeitura de Patos. Foto: Divulgação

Lenildo Morais toma posse na prefeitura de Patos. Foto: Divulgação

O candidato a prefeito de Patos, Lenildo Morais (PT), assumiu nesta sexta-feira (9) o comando do Executivo, no município, com o afastamento da prefeita Francisca Motta (PMDB), determinado pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, com sede do Recife. Morais, que foi eleito vice da peemedebista em 2012, rompeu há vários meses como a gestora. Ele tomou posse no cargo horas após a deflagração da operação Veiculação, que teve Chica como um dos alvos principais. O primeiro ato do prefeito empossado foi anunciar a exoneração de todo o secretariado da prefeitura.

De acordo com o assessor jurídico de Morais, Cleodon Bezerra, o ato com as exonerações será publicado ainda nesta sexta-feira e o novo secretariado será formado até o início da próxima semana. A ata da posse na Câmara Municipal, lavrada nesta tarde, também será registrada em cartório com a ordem enviada para todas as instituições financeiras que tenham contas da prefeitura para que nenhuma nova ordem de pagamento seja autorizada sem o aval do prefeito empossado. Lenildo Morais também anunciou a realização de uma auditoria detalhada nas contas da prefeitura, que é alvo de várias operações dos ministérios Públicos Estadual e Federal.

A posse de Lenildo Morais foi dada pela segunda vice-presidente da Câmara Municipal, Isis Carla (PSDB), porque o presidente e o primeiro vice não foram localizados. Cleodon Bezerra explicou que será feita uma varredura na folha de pessoal do município, porém, segundo ele, isso não deverá resultar em demissões de forma indiscriminada. “Não estamos aqui para fazer caça às bruxas. Quem estiver desempenhando bem o seu papel, permanecerá no cargo”, ressaltou, garantindo que todos os nomes terão a postura analisada pelo poder público municipal.

Os presos

Além do afastamento de Francisca Motta, o TRF5 determinou a prisão da chefe de gabinete da prefeitura, Ilanna Mota, filha de Chica, além dos prefeitos de São José de Espinharas, Renê Trigueiro Caroca, marido de Ilanna, e de Emas, José William Segundo Madruga, ex-genro de Ilanna. Também foram presos os sócios das locadoras de veículos suspeitas, Carlos Alexandre Fernandes Malta e Rafael Guilherme Caetano dos Santos. Todos são acusados de participação em um suposto esquema de irregularidades em licitações e contratos públicos, em especial ao direcionamento de procedimentos licitatórios e superfaturamento de contratos, em razão de serviços de locação de veículos, realizados pelas prefeituras de Patos, Emas e São José de Espinharas.

 

8 comentários - Lenildo Morais assume em Patos e exonera todos os secretários

  1. Gilvando Disse:

    Misericórdia. É a família toda. Onde vamos parar com essa roubalheira toda? E o pior, parece que todo sertão tá envolvido em falcatruas.

  2. luiz augusto Disse:

    Só se descobre ladrões. Se investigar mais, a Paraíba fica sem prefeitos.

  3. juliana Disse:

    parece que os dias de Chiquinha chegou ao fim; adeus PMDB golpista; adeus Hugo Motta golpista! KKKKKKKKKKK

  4. genezio Fernandes figueredo Disse:

    todo sertão,não.Existem ainda prefeitos honestos em nossa região.Nem todos são do PT ou PMDB,que estão atualmente envergonhando nossa política.

  5. Robson Oliveira Silva Disse:

    Lenildo, camarada, abraços de Brasília…

  6. rubens figueiredo Disse:

    Por que será que o vice Temer não foi eleito com Dilma e o petista Lenildo foi eleito junto com Chica Mota? Esse PT “é brincadeira!”.

  7. Claufio santana Disse:

    Cabra bom . Cabra da prste! Isto dai! Conheco este trupyzupy.militamos no pt brasilia.

  8. Claufio santana Disse:

    Pode enviar meu endeco de para o prefeito. Preciso contatos com o prefeito.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *