Ricardo vai definir futuro de Olenka e indicados do PMDB

O governador Ricardo Coutinho (PSB) deve começar nesta terça-feira (2) o processo de retirada dos indicados do PMDB da administração estadual. O senador José Maranhão, presidente estadual da sigla peemedebista, anunciou no último sábado (30) o rompimento da aliança com os socialistas, firmada para o segundo turno das eleições de 2014. A agremiação, na capital, vai apoiar o projeto de reeleição do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), que terá o deputado federal Manoel Júnior (PMDB) na condição de vice. A decisão irritou o governador, que esperava contar com o partido para o apoio a Cida Ramos (PSB), na capital.

O líder do governo na Assembleia Legislativa, Hervázio Bezerra (PSB), explicou que não houve tempo ainda para que o gestor socialista se posicionasse sobre o tema. Estima-se que haja 30 cargos indicados por Maranhão no Governo, porém, a maior operação diz respeito a Olenka Maranhão (PMDB), sobrinha do senador. Ela é suplente do partido e chegou ao cargo com a licença solicitada por Trocolli Júnior (Pros) para assumir o cargo de secretário de Articulação Política. A expectativa é que o governador mande Trocolli de volta para ao Legislativo e, com isso, desaloje Olenka.

A deputada demonstrou serenidade ao falar do assunto, nesta terça. Segundo Olenka, ela é peemedebista, é partidária e vai aguardar a decisão do governador. Por enquanto, ela garante, seguirá o partido. Ou seja, vai para para a oposição, uma condição incompatível com a sua condição de suplente. Questionado sobre a possibilidade de abrigar a deputada na prefeitura de João Pessoa, o prefeito Luciano Cartaxo desconversou, por causa do período eleitoral. Apesar disso, disse reconhecer que o PMDB tem ótimos quadros e que poderão dar uma contribuição importante à gestão.

Câmara de João Pessoa volta ao trabalho com dez vereadores na oposição

Luciano Cartaxo_olenildo NascimentoO prefeito Luciano Cartaxo (PSD) vai ler sua mensagem na abertura dos trabalhos legislativos, na Câmara de João Pessoa, nesta terça-feira (2), tendo à sua frente uma coisa inusitada durante o seu mandato: dez vereadores na oposição. O número, em alguns momentos da gestão, chegou a ser de apenas duas almas vivas, mas foi inflado por força do governador Ricardo Coutinho (PSB), que tenta emplacar a socialista Cida Ramos na disputa pela prefeitura da capital. O grupo, comandado pelo vereador Renato Martins (PSB), foi turbinado pela tentativa de instalação da CPI da Lagoa, que contou com dez assinaturas de apoio – uma a mais que o mínimo necessário. Todos os que referendaram a investigação foram “banidos” da base aliada no primeiro momento.

Ao grupo oposicionista será incorporada ainda a vereadora Sandra Marrocos (PSB), que chega ao mandato com a licença de Raoni Mendes (DEM) para assumir vaga na Assembleia Legislativa. A chegada dela traz mais corpo para os socialistas, que passam a ter direito a bancada, já que possuem outro vereador na Casa, Zezinho do Botafogo. O número mínimo para formação de bancada é de três parlamentares. O poderio da oposição, no entanto, apesar de ter crescido, ainda é bem inferior ao da base aliada de Cartaxo, composta por 17 parlamentares, inclusive, o presidente da Câmara Municipal, Durval Ferreira (PP). O pepista foi assediado por emissários do governo do Estado, mas recusou a proposta para mudar de lado.

Cartaxo vai aproveitar o início dos trabalhos, nesta terça-feira (2), para fazer um balanço da sua gestão. Ele compareceu a todos os eventos de abertura dos trabalhos legislativos desde que assumiu o mandato, em 2013. Apesar de maioria na Casa, os pessedistas sabem que não terão vida fácil no Legislativo nos dias que antecedem as eleições em João Pessoa.

 

Salto alto: duas mulheres encabeçam chapa em Mamanguape

Eunice e BayUm fato curioso marcará a disputa pela sucessão na prefeitura de Mamanguape, comandada atualmente por Eduardo Carneiro (PR). A chapa apoiada pelo governador socialista Ricardo Coutinho, na cidade, será comandada pela professora Maria Eunice (PSB), que terá a empresária Baby Helenita (PRTB) na condição de vice. Essa é a segunda vez que a aliada do governador tenta chegar ao comando da prefeitura. Em 2012, ela conquistou 10.407 votos no pleito vencido por Carneiro, que recebeu 12.522 votos naquela oportunidade.

As mulheres representam 52,7% do eleitorado paraibano, apesar disso, há baixa representatividade delas na política. Só para se ter uma ideia, em 2012, apenas 21% dos gestores eleitos no pleito eram do sexo feminino. A mesma realidade é presenciada nas Câmaras Municipais e na Assembleia Legislativa. Na Câmara da capital, foram eleitas duas mulheres e 25 homens. Já na Assembleia, das 36 cadeiras, apenas três foram ocupadas por mulheres após o fechamento das urnas, em 2014.

Socialistas afastam boatos e marcam convenção com Cida Ramos

Convenção_Cida RamosOs socialistas resolveram por um freio nas especulações sobre uma eventual substituição de Cida Ramos pela deputada estadual Estela Bezerra, para a disputa da prefeitura de João Pessoa. A convocação do partido para a convenção, tendo Cida como estrela, começou a ser compartilhada nesta segunda-feira (1º) nas redes sociais. O encontro para homologar o nome da ex-secretária de Desenvolvimento Humano vai ocorrer na quinta-feira (4), a partir das 18h, no Clube Cabo Branco.

Os boatos sobre a retirada da pré-candidatura do PSB são atribuídos pelos socialistas ao núcleo ligado ao prefeito Luciano Cartaxo (PSD), que vai disputar a reeleição. Em contato com o blog, o secretário de Comunicação do estado, Luís Torres, jogou mais lenha na fogueira: “Vamos substituir, sim: Cartaxo, Cássio e Manoel Júnior por Cida. Para o bem de João Pessoa”. Os socialistas ainda não definiram o nome para vice na chapa. Ao todo, 14 partidos vão apoiar a candidata referendada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB).

PT sairá sozinho para a disputa em dez capitais do país

Convenção do PTO PT de João Pessoa não é um ponto fora da curva na organização da sigla para a disputa das eleições municipais nas capitais. O partido terá candidatura própria em 20 das 26 capitais. Só que, delas, dez terão candidatura puro-sangue, por falta de aliados, revela levantamento da Folha de São Paulo. Por aqui, o professor Charliton Machado terá Nelson Lira na vice. Machado diz que o grande esforço da militância, neste caso, é pelo resgate do legado dos governos do ex-presidente Lula e da presidente afastada Dilma Rousseff, ambos petistas. A exceção é o prefeito de Rio Branco (AC), Marcus Alexandre, que terá 14 partidos na sua base. No caso da Paraíba, a direção estadual do partido proibiu as coligações com partidos que votaram a favor do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

 

Escanteado por Ricardo, Wallber Virgolino revoluciona presídios no RN

Wallber Virgolino“O trunfo é pau”, diz o velho bordão adotado pelos policiais linha dura da Paraíba e cativado pelo atual secretário de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte. Exímio frequentador das redes sociais, o paraibano, escanteado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), tem revolucionado o sistema prisional do Estado vizinho. Foi dele a iniciativa de instalar bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, fato que desencadeou uma onda de violência em Natal. De sexta-feira para cá, foram 54 ocorrências de vandalismo e depredação, comandadas de dentro dos presídios.

O governador Robinson Faria (PSD) comprou a briga do auxiliar paraibano. Ele pediu neste domingo (31) o auxílio de tropas federais ao presidente interino Michel Temer (PMDB) e recebeu o sinal verde. O Exército está enviando para o Rio Grande do Norte mil soldados e 200 fuzileiros navais para auxiliar na segurança. Os homens foram recrutados no Comando Regional do Nordeste, com sede no Recife. O gestor disse nesta segunda-feira (1º), durante entrevista à Rede Globo local, que os chefes de quadrilha tinham montado “escritórios, gabinetes de trabalho” dentro dos presídios, de onde comandavam assaltos a banco, explosões de caixas eletrônicos e o tráfico de drogas.

Ainda na sexta-feira (29), data do início dos ataques, Virgolino postou mensagem nas redes sociais prevendo que haveria confronto: “É senhores, o SISPEN/RN mais uma vez quebra paradigmas e escreve uma página positiva na história do Sistema de Segurança Pública do Brasil. Pela primeira vez na história, o SISPEN/RN instala bloqueadores de celulares nos presídios. Toda ação provocará uma reação”, disse.

A atitude de Wallber Virgolino foi elogiada nas redes sociais por uma das internautas que seguem o perfil dele: “Foi esse homem de competência e trabalho em prol do homem de bem, delegado Wallber Virgolino Virgolino, que o governador Ricardo Coutinho escanteou, mesmo a PB estando no pior momento de insegurança desde que me entendo por gente. Parabéns povo do RN por ter um secretário tão competente!!!!”, disse Policênia Oliveira.