Energisa corta energia de prédios públicos em Curral de Cima

É vergonhoso o que tem acontecido com algumas prefeituras paraibanas. Os moradores da pequena cidade de Curral de Cima, com 5.245 moradores, se depararam nesta semana com os prédios públicos com as luzes apagadas. Nem o ginásio esportivo da cidade foi polpado. O motivo: o prefeito Nadir Fernandes (DEM) não pagou a conta de energia elétrica junto à Energisa. O blog confirmou a informação com a concessionária, que não detalhou o montante do débito no município localizado no Vale do Mamanguape.

Curral de cima2 Curral de cima

O problema é que há um histórico de inadimplência na cidade. Em 2013, o atual prefeito foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) por débito de R$ 878 mil com a Energisa. Por causa disso, as contas dele referentes ao exercício julgado foram rejeitadas e foi imputado um débito de R$ 2,4 milhões. O gestor também é acusado de saídas não comprovadas de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *