Ricardo paga fora do mês trabalhado, “mas só um pouquinho fora”

O anúncio dos dias de pagamento dos salários dos servidores referentes ao mês de junho, pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), provocou euforia entre os seus adversários. O motivo? Com previsão de pagamento dos inativos na quinta-feira (30) e ativos na sexta-feira (1º), o gestor não poderá mais dizer que paga os vencimentos dentro do mês trabalhado. É a primeira vez que isso ocorre desde que o governador assumiu o mandato, em 2011. O gestor usou as redes sociais para dizer que serão injetados R$ 230 milhões na economia do estado, contando também com a primeira parcela do 13º, paga no dia 17.

Ricardo fora do mês

No embate político na capital, não tem faltado críticas ao governo feitas por aliados do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), que concorre à reeleição em João Pessoa, tendo como virtual adversária uma pupila de Coutinho, Cida Ramos (PSB). O gestor pessedista autorizou o pagamento da primeira parcela do 13º no dia 21 deste mês e conclui o pagamento dos salários do funcionalismo no dia 30. Agora, convenhamos, diante da crise econômica, pagar dentro do mês trabalhado pode ser visto como um luxo, já que a lei admite o pagamento até 5º dia útil do mês. Para quem tem conseguido, parabéns.

O que não pode mesmo é fazer como o Rio de Janeiro, onde os servidores ainda esperam parte dos salários de maio.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *