Deputado peemedebista diz não estar certo da permanência de Temer

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) não está certo de que seu correligionário, o presidente da República interino Michel Temer (SP), será mantido no cargo. Para o parlamentar, que é pré-candidato a prefeito de Campina Grande, a maré poderá mudar pró-Dilma Rousseff (PT) na votação final do processo de impeachment no Senado. Ele não fez referência aos escândalos e demissões de ministros envolvendo o governo provisório, apenas reforçou que os 55 votos dados na admissibilidade do processo (um a mais que o necessário) poderá não se repetir.

Veneziano_Tribuna3

Durante entrevista à rádio Arapuan FM, em João Pessoa, Veneziano lembrou de senadores como Cristovam Buarque (PPS), que, na admissibilidade, disse que votaria por ser a favor da investigação, mas não assegurou a manutenção do voto. Na visão dele, outros parlamentares poderão seguir no mesmo sentido. O parlamentar foi um dos nove deputados federais paraibanos que votaram pela admissibilidade do impeachment, na Câmara dos Deputados. Sua decisão ocorreu de última hora, já que integrava a base da presidente afastada.

Apesar da postura moderada de Veneziano Vital do Rêgo, os petistas de Campina Grande oficializaram no fim de semana que não vão apoiar a candidatura de nenhum dos postulantes que integrem “partidos golpistas” (aqueles que votaram pelo impeachment). A lista das siglas é encabeçada pelo PMDB. As alianças prioritárias serão com PSB, PC do B e PDT, que integram o Campo Democrático e Popular. Ou seja, em Campina Grande, é provável que a sigla se alie com o pré-candidato do PSB, Adriano Galdino.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *