Nonato desautoriza Arthur Bolinha a “negociar” reciprocidade com o PTB

O vice-prefeito de João Pessoa e presidente estadual do PPS, Nonato Bandeira, não gostou nada de saber que o pré-candidato do partido, em Campina Grande, Arthur Bolinha, abriu negociações com o PTB, no município, oferecendo reciprocidade em relação a João Pessoa. Funcionaria da seguinte forma: os petebistas retirariam o apoio a Romero Rodrigues (PSDB), que concorrerá à reeleição na Rainha da Borborema, em troca do apoio do partido na capital. No diálogo, o pré-candidato tem usado o nome de Bandeira, apontado como o agente da negociação. Mas faltou combinar com os russos. Em contato com o blog, o presidente estadual do PPS disse que em nenhum momento isso foi conversado e está fora de cogitação.

Bandeira tem sido pouco ortodoxo nas articulações. Tem conversado com o grupo do prefeito Luciano Cartaxo, seu companheiro de chapa no último pleito, mas também com o PSB, do governador Ricardo Coutinho, que lançará candiado em João Pessoa. A notícia da dobradinha desejada por Bolinha foi veiculada pelo Jornal da Paraíba, no último sábado, e provocou uma enxurrada de ligações de aliados e virtuais aliados para Bandeira, que se encontrava em viagem ao Ceará. “Isso não existe, dou autonomia para que os diretórios municipais façam as articulações. Não faria sentido eu tirar a autonomia de João Pessoa”, disse Nonato, que foi questionado por vereadores do partido e por virtuais aliados.

Atualmente, o PPS de João Pessoa tem três vereadores: Djanilson da Fonseca, Marco Antônio e Bruno Farias. Os três estão na base de apoio de Luciano Cartaxo, mas apenas Marco Antônio demonstra mais apego à reeleição do prefeito. Até por que é o líder do prefeito. Nonato Bandeira tem sido evasivo sempre que perguntado sobre quem terá o apoio do partido neste ano. A possibilidade de composição com Cartaxo existe, mas não há certeza. O vice-prefeito diz que isso só será definido mais na frente e faz mistério sobre preferências. A lógica não apenas do PPS, no entanto, será de esperar e observar os cenários. Vão compor com o grupo que ofereça as condições de eleger o maior número de vereadores. E isso só o tempo dirá.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *