Agora vai: Câmara de Campina Grande cobra conclusão da transposição

Os governadores de Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará já cobraram, sem muito sucesso, que o Ministério da Integração Nacional agilize a conclusão das obras de transposição de águas do São Francisco. Agora chegou a vez da Câmara Municipal de Campina Grande. Atendendo solicitação do vereador Cícero da Buchada (Pros), a Casa aprovou nesta quarta-feira (4) requerimento para que a Procuradoria da República em Campina Grande acione o ministério.

buchada

Na justificativa para o pedido, o vereador alegou que a não conclusão tem comprometido o abastecimento de água para 12 milhões de pessoas que vivem em municípios localizados no semiárido. Ao se referir a Campina Grande, ele lembrou que o Açude Epitácio Pessoa é a única alternativa para o abastecimento da cidade e de outras do entorno que, somadas, representam mais de 1 milhão de pessoas. O volume de água do manancial não supera a casa dos 15%.

O tema também tem chateado o governador Ricardo Coutinho (PSB) que, recentemente, com bem mais força de protesto que a Câmara de Campina Grande, cobrou uma posição do governo federal. Ele disse que a falta de uma posição sobre quando as águas do São Francisco chegam à Paraíba tem prejudicado o Estado. Mesmo assim, não conseguiu o retorno esperado e não há previsão segura de abastecimento com águas da transposição antes de 2017.

A obra da Transposição, conforme Balanço divulgado pelo Ministério da Integração Nacional, apresentou-se ao final do ano calendário de 2014 com 68,7% das obras físicas concluídas. Em 2015 a situação é alarmante. A obra está tecnicamente paralisada. A burocracia nos repasses de recursos está afetando a continuidade das obras, que em quase 5 meses, não evolui mais que 3%.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *