Conteúdo 17:12

Ex-aliados, Ricardo e Cartaxo “perdem o freio” na troca de acusações

Tem parecido um pouco arenga de menino, como se diz lá no interior. Mas o fato é que de ex-aliados, o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), não param de trocar farpas. O tom dos ataques tem se elevado à medida que se aproxima o pleito de 2016. Nesta quarta-feira (29), o governador chegou a dizer que o prefeito precisa “trabalhar de verdade” e que ele só tem três obras na cidade.

Ricardo_Luciano

Mas vamos entender melhor o contexto. Ricardo e Cartaxo são adversários desde 2010, quando o Coutinho comprou briga com o então governador José Maranhão (PMDB) e saiu para a disputa do governo. Foi vitorioso naquele ano, quando o hoje prefeito era vice e saiu candidato a deputado estadual, também vitorioso. Cartaxo enfrentou em 2012 Estela Bezerra (PSB), também apoiada por Ricardo e saiu vencedor. Até que houve uma paz provisória em 2014, quando Ricardo foi reeleito.

Pois bem, em novo capítulo, Ricardo Coutinho lançou o nome do secretário de Infraestrutura, João Azevedo, para disputar a prefeitura no ano que vem. O socialista, inclusive, terá Luciano Cartaxo como adversário. Ao comentar o assunto nesta terça-feira, o prefeito criticou a antecipação da campanha eleitoral. “Não vamos perder tempo com soberba e truculência, com quem vive olhando para o passado e focado na velha política”, disse.

O governador revidou, acusando o gestor de maquiar obras. “Não se pode fazer política na base da maquiagem. Eu não concebo uma cidade, a capital do Estado como João Pessoa, passar quatro anos para fazer três obras. Isso é lamentável. É claro que às vezes determinados veículos de comunicação tentam dar a essas obras uma epopeia como se fossem três grandes pirâmides, feitas na época dos antigos faraós, mas não é o caso”, disse Ricardo Coutinho.

O gestor paraibano fez outras acusações, inclusive cobrando trabalho do ex-aliado. Ele, no entanto, não disse quais eram as três obras. “O recado que eu dou é que ele (Luciano Cartaxo) tem que trabalhar, mas trabalhar de verdade. Não é trabalhar de propaganda paga em veículos de comunicação”, disse.

A resposta de Luciano Cartaxo não demorou. O militante do PSD disse que vai manter o ritmo das obras e que não vai bater boca com Ricardo Coutinho. “Nosso foco é e vai continuar sendo o trabalho, a entrega de duas obras por semana. Vamos seguir com esse amplo projeto de desenvolvimento da nossa cidade, que une trabalho e sensibilidade social, que aponta para o futuro ao garantir a maior rede de educação infantil da nossa história, com 11 novas creches até agora, com sete mil novas vagas, e com escolas em tempo integral. Seguiremos com gestão, trabalho e sensibilidade social, sem a soberba nem a frieza dos burocratas”, acrescentou Cartaxo.

Mais Notícias

Comente
O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *