Trevo das Mangabeiras: bonitinho, mas ordinário, dizem arquitetos

R$ 25 milhões em investimentos, promessa de atender a 200 mil pessoas, mas ainda incompleto. É pelo menos assim que o Trevo das Mangabeiras está sendo tratado nos grupos de discussão entre os arquitetos de João Pessoa. Eles criticam o fato de faltarem duas das quatro alças que deveriam ser incluídas no empreendimento. A obra vai ser entregue pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), nesta segunda-feira (31), às 18h30, com show de Flávio José e muitos discursos.

IMG-20150830-WA0003

O grupo encaminhou esboço ao blog de como deveria ser o Trevo das Mangabeiras, que, eles insistem, deveria ter mais duas alças para poder adquirir o status de concluído. A observação é a seguinte: o motorista que vier da Penha pela Avenida Hilton Souto Maior em direção à principal dos Bancários não poderá fazê-lo através do Trevo. Da mesma forma, quem vier dos Bancários em direção ao José Américo, não terá acesso à Hilton Souto Maior através do Trevo.

O projeto original, com a quatro alças em questão

O projeto original, com a quatro alças em questão

O Trevo das Mangabeiras foi alvo de muita polêmica antes de sair do papel. Precisa ser visto como uma vitória, já que terá impacto positivo no trânsito. Pelo menos é o que se acredita, mas não custaria muito uma obra desta envergadura prever todos os caminhos de acesso. Ou seja, ele vai ser entregue, mas os motoristas que vierem da Penha para os Bancários continuarão pegando desvio. Quem for dos Bancários para os José Américo, também. Para esses motoristas, o Trevo das Mangabeiras merecerá apenas meia comemoração. E com custo de R$ 25 milhões.

Mas ainda tem algo pior: é desaconselhável para qualquer pessoa atravessar de Mangabeira para o Jardim Cidade Universitária a pé ou de bicicleta, já que o projeto não contempla de forma adequada os pedestres ou os ciclistas. A passarela central da pista, dizem os arquitetos, é muito estreita e o acesso não é facilitado. Quem quiser terá que ir na sorte.

IMG-20150831-WA0000

24 comentários - Trevo das Mangabeiras: bonitinho, mas ordinário, dizem arquitetos

  1. Ricardo Melo Disse:

    Gostaria de esclarecer que não é totalmente verdade como está escrito na matéria: “… o motorista que vier da Penha pela Avenida Hilton Souto Maior em direção à principal dos Bancários não poderá fazê-lo através do Trevo. ” Na verdade, é possível SIM através do trevo, basta que o motorista, que vem pela Hilton Souto Maior, passe por baixo da ponte, pegue a alça circular, que dá acesso a ponte (sentido Mangabeira), após passa sobre a ponte, pegue a alça circular para voltar para Hilton Souto (sentido Penha), passa mais uma vez por baixo da ponte, e enfim pega a alça que sobe e dá acesso à Avenida, com destino aos Bancários. A questão é que o motorista precisará pegar três alças circulares e passar duas pela Av. Hilton e duas vezes sobre a ponte. Da mesma, forma, o condutor pode ir dos Bancários para José Américo. Contudo, esse não é a melhor forma de circulação, é preciso que concluam as alças que faltam.

    • cesar Disse:

      falou… falou.. e deu razão à matéria

    • JOAO PAULO Disse:

      BEM QUE HA FALHAS ISSO TEM QUE ENGOLIR SIM . SE O GOVERNADOR FEZ , PRA MIM NAO FEZ MAIS QUE OPBRIGAÇÃO POIS O POVO DE MANGABEIRA E O BERÇO DAS ELEIÇÕES . BONDADE NÃO MAIS VISÃO DE POLITICO. DETALHE TRANSITO SERA EM BAIXO DO VIADUTO , ATE POR QUE QUEM VEM DA PENHA PRO JOSE AMERICO E QUER IR PRA MANGABEIRA ,TERA Q DA A VEZ PRA QUEM VEM DE MANGABEIRA POR CIMA . E VISE VERSA . HA TAMBEM O PEDESTRE TEM Q PASSAR EM DUAS FAIXAS . ATRAVESER O TREVO NO MEIO E REALMENTE SEM LOGICA . ATE POR QUE FAIXA DE PEDESTRES AQUI EM JOAO PESSOA E DIFICIL SER RESPEITADA. AS ALCAS Q FALTAM PELO JEITO NAO SERA FEITA E SIM OS DESVIOS NAS RUAS RECAPIADAS SERVEM DE OPÇÃO DOS 100 VAMOS VER DIA A DIA O QUANTO VAI MELHORAR O TRANSITO ISSO E FATO.

  2. Aline Silva Disse:

    Acho que esses grupos de discussão não conhecem a realidade do lugar e ficam apenas reproduzindo o quanto pior melhor. Existem mais dois acessos aos bairros que hoje servem de desvio para a construção da obra. Será que ninguém viu aquelas vias asfaltadas e que servem de alças?

    • Luís Sá Disse:

      Alça de um trevo é uma coisa e acesso por outras vias é outra coisa. Alças são elementos que se integram aos trevos e uma de suas vantagens. A matéria também não nega que existam outros acessos, o que ela cita é que faltaram as alças de acesso, o que de fato aconteceu.
      A omissão de informações não deve prevalecer à tentativa de defender determinada posição política ou governo.

  3. Tania Ouriques Macedo Disse:

    Concordo plenamente como srmpre o pedestre fica a mercê. Obras incompletas e fato,! Mas o Roberto dono do shopping é quem manda ele tem pressa pra não focar no prejuízo.

  4. Edvaldo Mesquita Disse:

    Gente eu não votei nessa eleição que passou em Ricardo não votei em Cassio Moro aqui de lado do caique de mangabeira e estou observando que as pessoas estão levando a obra do trevo das mangabeira pra o lado politico,gente pior séria se ele não tivesse feito pq antes ali era um inferno o trasinto vamos deixar a disputa politica de lado sera possivel que não podemos crescer vamos ser sempre atrasado pq qd um faz o outro critica.

  5. Carlos Tarcisio Disse:

    Já começou a aparecer os engenheiros de obras prontas. “As viúvas “. Viva o Trabalho!!

    • arnaldo Disse:

      Tu chama isso de trabalho??
      Eu chamo isso de trabalho incompleto e malfeito.
      Com o dinheiro investido poderia ter feito um trevo completo e de mais qualidade que possa dar acessibilidade não só os motoristas como também os pedestres e aqueles que transitam de bicicleta.
      É por isso que esse Estado é atrasado, tudo é levado para o lado político .
      Recursos Públicos é sagrado e deve ser gasto parcimônia.

  6. Heleneidecarvalo Disse:

    Quem perde a concorrência sempre tem guardado um alfinete , pq será,??? Ricardo fez e faz, não tenho partido , sou empresária não dependo de emprego público.. Mas rito o chapéu pra o Ricardo Coutinho..parabéns

  7. Jose Nunes De oliveira Filho Nunes Disse:

    Eu quero estala gostei muito.

  8. jailton Disse:

    Edvaldo mesquita falou tudo…..

  9. nathalia Disse:

    Sem dúvida a oposição irá opinar contra isso é fato. Claro que nunca foi nem nunca será a obra perfeita, mas nunca estamos satisfeitos com o que temos e sempre criticamos algo por menor que seja. Deixemos a política de lado meus caros para enxergar que de fato o governador faz muitas coisas pela população, não importa o tamanho da obra o que importa é que ele se importa com o povo. Não tenho preferencia por nenhum partido político, mas vou preferir qualquer um que se importe conosco seja ele PMDB, PSB, PT ou até mesmo o PSDB.

  10. Hermano Disse:

    E as viúvas que torcem pra o quanto pior melhor fazem suas análises reclamando de bobagens perto da dimensão da obra!

  11. Sinvaldo de Almeida Pessoa Disse:

    O grande governador Ricardo Coutinho, é hoje uma lideranca nacional. Não adianta espernear, não adianta chorar de inveja, a Paraíba da era Ricardo é hoje um estado da modernidade, um estado turístico, um estado de administração voltada para o povo paraibano. Ainda faltam o trevo do Geisel e tantas outras obras, para tirar o sono dos políticos “quanto pior melhor”. Não adianta choro e nem reza, a Paraíba segue em frente com o grande GOVERNADOR RICARDO COUTINHO. podem chorar de inveja, mas a Paraíba não vai parar de progredir.

  12. Daniel gomes da silva Disse:

    Achou que o nobre jornalista tá com dor de cotovelo,por sempre ser do contra, e nao ter sido convidado para a inauguração, calma homem!

  13. Washington Disse:

    Pior estava. ..
    Por mais que se faça vai ter sempre alguém pra falar.
    Povo ingrato!

  14. leandro Disse:

    O engraçado é que os outros não fizeram, quando aparece quem faça, aí vem os invejosos colocar defeito onde não tem. Acordem , e deixem essas picuinhas de lado. Ou melhor!!!!!
    Deixa o MAGO TRABALHAR, Muito bem governador,os outros falam VOCÊ FAZ.

  15. Bob Roberto Oliveira Disse:

    Nenhuma novidade. Ricardo Coutinho nunca conclui obra nenhuma. Assim aconteceu na Prefeitura de João Pessoa, no Governo (Ricardo I) e continua no II.
    Na Prefeitura registro apenas dois exemplos 😮 Mercado Central e Terminal de Integração do Varadouro. No Ricardo I registro apenas dois casos:
    a reforma do Teatro Santa Roza, que ainda não foi entregue e já tá precisando da reforma da reforma.
    Outro exemplo é a reforma do Liceu que “terminou” há mais de um ano sem tá concluída até hoje.
    É só conferir.

  16. ELIETE SILVA DANTAS Disse:

    MINHA EMPRESA SITUADA NA RUA IVETE DE OLIVEIRA CARDOSO N.118 MANGABEIRA EM FRENTE A SECRETARIA DE SEGURANÇA.FICOU SEM ACESSO TRABALHO COM MATERIAL PARA SAUDÊ MEU IMPOSTO EM DIAS. MEU DEUS QUE MUNDO VIVEMOS SÓ OS GRANDES TEM DIREITO.5 EMPRESA FECHARA NESSA RUA 20 PAI DE FAMÍLIA DESPREGADO.ELIETE S.DANTAS

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *