Wilson Santiago e Wilson Filho iniciam preparação para 2016 e 2018

O ex-senador Wilson Santiago (PTB) não quer cometer nos próximos anos os mesmos erros de 2010 e 2014, quando concentrou sua estratégia para chegar ao Senado em buscar o apoio de lideranças fortes. Não agora, que tem nos planos emplacar o herdeiro político, Wilson Filho (PTB), em um cargo majoritário. Para isso, iniciou um processo precoce de atração de partidos nanicos para sua órbita. Nesta semana, de uma só vez, abocanhou PTC e PHS.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

O histórico da família na disputa de cargos majoritários não é boa. Com uma base consolidada em várias eleições para a Câmara, Wilson Santiago se apoiou em José Maranhão (PMDB) na disputa de 2010 para o Senado. Assim como o padrinho político, atravessou a linha de chegada na segunda fila. Em 2014, tendo Cássio Cunha Lima (PSDB) como padrinho, amargou novamente um terceiro lugar na corrida pelo cargo.

Mas para o ano que vem, com projeto do PTB de disputar a prefeitura de João Pessoa, com o deputado federal Wilson Filho encabeçando a chapa, o plano tem sido largar antes na corrida. Com o Partido Trabalhista Brasileiro na mão, a ordem da vez foi partir para a influência sobre outras siglas. As primeiras conquistas foram PTC e PHS, que, após passarem por intervenção nacional, passam a ser comandados por aliados de Santiago.

O PTC deu cartão vermelho ao ex-deputado federal Walter Brito Neto e passará a ser comandado por Igo Franklin de Morais. Já no PHS, quem perdeu o cargo foi Álvaro Gaudêncio Neto, que foi substituído por Expedito Leite da Silva. Nos planos do PTB, agora reforçado, estão a prefeitura de João Pessoa e o Senado. Mas, para isso, será necessária a conquista de muitos outros aliados.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *