Mais Cultura 10:26

Academia Paraibana de Letras elege Eitel Santiago e perde a chance de ter um estudioso da língua portuguesa

Eitel Santiago é procurador da República aposentado. Recentemente, ocupou cargo importante na Procuradoria Geral da República. Foi secretário de Segurança na Paraíba. É homem da política. Já tentou se eleger. É filho do político Joacil de Brito Pereira, que presidiu a Academia Paraibana de Letras.

Francelino Soares (foto) é conhecedor profundo da língua portuguesa. Autor de uma gramática. Dedicou a vida ao estudo e ao ensino do português.

Eitel e Francelino disputaram a cadeira que ficou vaga na Academia Paraibana de Letras com a morte de Wills Leal.

Havia mais dois candidatos: Gilvan de Brito e Marcus Alves, que não tiveram nenhum voto.

Eitel venceu a eleição com 15 votos.

Francelino teve 14.

A candidatura de Francelino foi muito associada a Damião Ramos, que acabou de deixar a presidência da APL, sendo substituído por Ângela Bezerra de Castro.

Internamente, é dito que essa associação foi negativa para Francelino.

Com a eleição de Eitel Santiago, a política se sobrepôs às letras.

Com a derrota de Francelino Soares, a Academia Paraibana de Letras perdeu a chance de ter um estudioso da língua portuguesa.