Música Vídeos 7:21

“Sou velho, mas sou feliz”. No diálogo de pai e filho, Yusuf afinal reencontra Cat Stevens

Na década de 1970, o compositor britânico Cat Stevens era um astro da canção.

Vendeu milhões de cópias dos discos muito bons que gravou.

Em 1978, convertido ao islamismo, largou o estrelato.

Cat Stevens deixou de existir.

Virou Yusuf Islam.

A música, digamos, profana ficou no passado. Ela só retornaria à sua vida já nos anos 2000, quando voltou a lançar novos discos.

O nome do artista era Yusuf, mas os velhos fãs reconheciam o Cat Stevens que havia naquelas canções.

A voz, o violão, as belas melodias – tudo era inconfundível.

Agora, Yusuf comemora os 50 anos de Tea For The Tillerman, álbum de…Cat Stevens.

A animação de Father and Son registra o reencontro.

Como a letra da canção traz uma conversa entre pai e filho, a parte do pai, com a voz grave, foi feita por Yusuf, enquanto a parte do filho, com a voz aguda, foi retirada de um velho show de Stevens.

Bela canção, Father and Son atravessou inteira esses 50 anos que nos separam do seu lançamento.