Mais Cultura 6:23

Esquerda precisa assegurar que não usará fake news em eleições

Vejo sempre manifestações da esquerda contra as fake news.

Ora de políticos, ora de anônimos em postagens nas redes sociais.

São importantes.

A ultradireita que hoje governa o país tem nas fake news uma das suas armas mais poderosas.

Logo, teremos uma eleição municipal.

Daqui a pouco mais de dois anos, teremos eleições gerais, incluída nelas a escolha do novo presidente.

Vamos enfrentar esses processos eleitorais reféns das fake news?

A eleição municipal, certamente sim. Não há mais tempo para que seja diferente.

E a de 2022? Veremos nela o que vimos, em 2018, na eleição do presidente Jair Bolsonaro?

Quando penso nessas questões, me pergunto pelo papel que a esquerda desempenhará.

Dizer que é a favor do combate às fake news está longe de ser suficiente.

O campo progressista precisa ter um compromisso verdadeiro com essa luta.

A esquerda deve assegurar ao eleitor que não lançará mão de fake news nas eleições.

Como fez nas eleições de 2014.