Cinema 7:04

Hitchcock, mestre absoluto da direção, nasceu há 120 anos

Nesta terça-feira (13), faz 120 anos que Alfred Hitchcock nasceu.

Ele morreu em 1980, pouco antes de completar 81 anos.

Dirigiu 53 filmes numa carreira de cinco décadas.

De O Jardim dos Prazeres (1925) a Trama Macabra (1976).

Nasceu num 13 de agosto, mas foi um homem de sorte!

Hitchcock ficou conhecido como Mestre do Suspense. Ele era, mas é pouco, é reducionista.

Hitchcock era um mestre absoluto do seu ofício, tão grande quanto os maiores que o cinema conheceu.

Cineasta da angústia e do medo – como foi definido por François Truffaut.

Hitchcock foi detratado pela crítica.

Nele, diziam os críticos, os interesses comerciais sempre se sobrepunham aos méritos artísticos.

François Truffaut – como crítico e depois como cineasta – reparou esse equívoco grosseiro.

Entrevistou o mestre e, num livro, mostrou ao mundo da cinefilia a exata dimensão de Hitchcock.

Em ordem cronológica, alguns grandes filmes realizados por Alfred Hitchcock:

O Homem que Sabia Demais (UK)

Os 39 Degraus

Rebecca

Sabotador

Um Barco e Nove Destinos

Quando Fala o Coração

Interlúdio

Festim Diabólico

A Tortura do Silênio

Disque M Para Matar

Ladrão de Casaca

O Homem que Sabia Demais (USA)

O Homem Errado

Cortina Rasgada

Frenesi

A esses 15, somo sete obras-primas, também em ordem cronológica (o meu preferido é Um Corpo que Cai):

A SOMBRA DE UMA DÚVIDA

PACTO SINISTRO

JANELA INDISCRETA

UM CORPO QUE CAI

INTRIGA INTERNACIONAL

PSICOSE

OS PÁSSAROS