Vida e morte da ursa Rowena falam do amor entre homens e animais

No zoológico de Teresina, ela era Marsha.

Marsha, que ficou conhecida como a ursa mais triste do mundo.

No santuário Rancho dos Gnomos, no interior de São Paulo, virou Rowena.

Rowena morreu nesta quarta-feira por causa de um câncer no ovário.

Tinha 36 anos.

Por 20, sofreu num circo.

Por sete, foi exposta a um calor excessivo no zoológico.

A transferência para o rancho ocorreu no ano passado a partir de uma campanha na web.

Lá, teve uma vida feliz por 10 meses.

Foi nela que Rita Lee se inspirou para escrever um livro infantil.

A história de Rowena fala da troca de amor entre os homens e os animais.