Música Vídeos 6:46

O psicopata Charles Manson roubou “Helter Skelter” dos Beatles

O psicopata Charles Manson morreu neste domingo (19) na Califórnia. Tinha 83 anos.

Manson cumpria prisão perpétua como líder da seita (a “Família Manson”) que assassinou a atriz Sharon Tate e mais sete pessoas.

Os crimes, ocorridos em 1969, transformaram Charles Manson num dos assassinos mais conhecidos do mundo.

Atriz de A Dança dos Vampiros, Sharon Tate era casada com o diretor do filme, o cineasta Roman Polanski.

Ela tinha somente 26 anos e estava grávida de oito meses e meio quando foi assassinada, no dia nove de agosto de 1969.

Em sua absoluta loucura, Charles Manson acreditava que os Beatles se comunicavam com ele através das letras das canções.

A música mais emblemática dessa “comunicação” é o rock Helter Skelter, de Paul McCartney, gravado e lançado em 1968 no Álbum Branco.

Helter Skelter, que McCartney canta até hoje em seus shows, é um rock sujo e pesado, que muitos consideram o marco zero do heavy metal.

Na abertura do documentário Rattle and Hum, de 1988, antes de cantar Helter Skelter, Bono Vox, o então jovem líder da banda irlandesa U2, diz:

Essa música, Charles Manson “roubou” dos Beatles. Nós a “roubamos” de volta!

Vejam o vídeo.

Agora, com Paul McCartney.

Fecho com uma lembrança da época do assassinato de Sharon Tate.

Eu tinha dez anos.

Numa banca, mostrei ao meu pai a cara de Manson na capa de uma revista e ouvi dele algo mais ou menos assim:

Não permita que, em você, esse crime horrível manche tudo o que há de importante na cultura hippie!