Dylan diz que arte não é a vida real

O compositor Bob Dylan deu uma entrevista, dias atrás, para divulgar seu novo trabalho, o álbum triplo Triplicate.

Achei muito interessante uma declaração dele sobre o significado da arte e quis compartilhar com os leitores da coluna.

Para Dylan, a arte é uma expressão da vida, não é a vida real.

Neste final de semana, Bob Dylan, de 75 anos, recebe o Nobel de Literatura numa cerimônia íntima em Estocolmo, na Suécia.

Dylan, afinal, recebe o Nobel e deixa de esnobar a academia!

Nesta sexta-feira (31), Bob Dylan lança um álbum triplo.

Mais uma vez, canta clássicos do cancioneiro americano. Ao seu modo. Sendo Dylan.

Depois de Shadows in the Night e Fallen Angels, agora temos Triplicate.

Dylan está em Estocolmo. Faz shows no final de semana e, finalmente, recebe o prêmio Nobel de Literatura que a Academia Sueca lhe deu no ano passado.

Dylan é um sujeito estranhíssimo. Não foi diferente com o Nobel.

Silenciou, demorou a se manifestar, não foi à cerimônia de entrega da honraria.

Quando receber o prêmio, numa cerimônia íntima, provavelmente sem a presença da imprensa, fará um discurso ou cantará.

Cederá à dimensão do Nobel e deixará de esnobar a academia!

Não é revolução! É golpe militar!

Hoje é 31 de março. Faz 53 anos da deposição do presidente João Goulart.

Revolução de 64. Era assim que oficialmente chamavam.

Meu pai me ensinou desde cedo: não foi uma revolução! Foi um golpe militar!

Aprendi a lição e nunca chamei de revolução.

Mas havia um problema: como fazer com os trabalhos escolares?

Meu pai também me ensinou: use um eufemismo! Chame de movimento militar!

As fotos são do mestre Evandro Teixeira.

Beatles foram fotografados para capa do Pepper há 50 anos

Nesta quinta-feira (30), fez 50 anos que os Beatles foram fotografados para a capa do Sgt. Pepper.

O autor da capa é Peter Blake.

O disco, considerado o mais importante do grupo, foi lançado em junho de 1967.

A capa do Pepper se transformou num ícone da cultura pop.

Leoni erra muito feio ao dizer que Michel Temer não foi eleito!

Li aqui mesmo no Jornal da Paraíba.

De passagem por João Pessoa, o cantor e compositor Leoni disse que o presidente Michel Temer não foi eleito.

Resolvi fazer um exercício.

OK, a presidente Dilma foi derrubada por um golpe parlamentar sem ter cometido crime de responsabilidade, foi traída pelo PMDB e outros partidos da base aliada, seu vice conspirou para tirá-la da presidência e, uma vez no poder, está fazendo um péssimo governo!

Digamos que foi exatamente assim que testemunhamos (e continuamos a testemunhar) de 2015 para cá.

Mas isso não tira de Temer a condição de eleito.

Transcrevo a fala de Leoni:

“A gente tem atualmente um presidente não eleito, fazendo tudo ao contrário do que o povo espera, e a gente não consegue tirar ele de lá”.

O que é isso, Leoni?!!

Um presidente não eleito?!!

Ora, ele era o vice de Dilma! Foi legitimamente eleito com os mesmos votos dela! E tinha o papel constitucional de substituí-la!

Questionemos as condições em que a presidente foi destituída, não a legalidade da eleição do seu vice!

O que Leoni disse chama minha atenção porque lógica e razão são palavras que continuam no meu vocabulário!