Recuo do Facebook é vitória da liberdade de expressão