Academia de Letras abre cineclube com Vidas Secas, clássico do Cinema Novo

Vidas secas

A Academia Paraibana de Letras inaugura o cineclube Verbo e Imagem nesta quarta-feira (14). A primeira sessão, às 18h00, será com o filme Vidas Secas, de Nelson Pereira dos Santos.

Baseado no livro de Graciliano Ramos, o filme, de 1963, é um dos clássicos do Cinema Novo e, com certeza, um dos grandes momentos da cinematografia brasileira.

Dirigido pelo acadêmico Wills Leal, o cineclube da Academia Paraibana de Letras fará exibições de filmes baseados em obras literárias nas segundas quintas-feiras de cada mês, oferecendo mais uma opção gratuita de cinema em João Pessoa.

Comandada pelo presidente da APL, professor Damião Ramos Cavalcanti, a sessão inaugural faz parte da programação dos 80 anos de Wills Leal, jornalista, escritor, crítico de cinema, grande figura do ativismo cultural paraibano.

Após a exibição do clássico Vidas Secas, haverá debate com os acadêmicos Jomard Muniz de Britto, Carlos Aranha e Hildeberto Barbosa.

Também haverá o relançamento do livro Verbo e Imagem, de Virgínius da Gama e Melo, Jomard Muniz de Britto e Wills Leal.