Beijo de Olívia e Miguel em “Velho Chico” lembra Yoná e Othon Bastos em “Deus e o Diabo”

Gosto do que “Velho Chico” tem de diferente, se pensarmos nos padrões da telenovela brasileira.

O ritmo da narrativa, a direção de fotografia, o tom teatral do elenco, a edição mais lenta, a trilha sonora.

Vejo muito do Cinema Novo em “Velho Chico”. Do próprio Glauber Rocha. É bom que isso ocorra na novela das nove da Globo. Como nesta segunda-feira (22), justamente nos 35 anos da morte de Glauber.

Em 1964, em “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, Glauber filmou o beijo de Yoná Magalhães e Othon Bastos com a câmera na mão, girando em torno do casal, que, por sua vez, também girava. Depois, sonorizou a cena com a Bachiana No 5 de Villa-Lobos.

Pois bem. Não há como não ver Glauber e o beijo de “Deus e o Diabo” no primeiro beijo de Olívia e Miguel, que foi ao ar nesta segunda em “Velho Chico”

Vejam. Comparem.