Música 15:09

Guitarrista paraibano conta como foi a Noite Brasileira no Festival de Montreux

Elba Montreux

O guitarrista paraibano Washington Espínola mora na Suiça desde a década de 1990. Todos os anos, ele assiste ao Festival de Jazz de Montreux. Ontem, ele viu de perto a Noite Brasileira. Pedi ao músico um breve relato que posto aqui:

“Um domingo de sol, céu azul! Nada melhor para a Noite Brasileira (Brazilian Night) no Montreux Jazz Festival, no seu aniversário de 50 anos!

Um verdadeiro time de primeira, apoiado pela banda do excelente bandolinista Hamilton de Holanda, abrindo com instrumentais.

Em seguida, Martinho da Vila, que fez todos cantarem seus sucessos.

Mazzola, como mestre de cerimônias, chama Ana Carolina, Vanessa da Mata…Muito bom!

Vêm então João Bosco, Elba Ramalho, Ivan Lins e David Moraes com Maria Rita…

Duetos belíssimos!

Como Ivan Lins e Maria Rita, homenageando a mãe desta, a inesquecível Elis Regina.

Fiquei, da passagem de som ao final do show, entre o backstage e a Sala Stravinsky, onde foi realizada a Noite Brasileira.

Uma noite de MÚSICA brasileira com qualidade, representada por gerações e estilos diferentes!”

Na foto, encontro de paraibanos no backstage do Montreux Jazz Festival: Elba Ramalho e Washington Espínola.