Lucy Alves brilha em “Velho Chico”. E uma história de Sivuca

A novela “Velho Chico” confirma o talento múltiplo de Lucy Alves. Já faz algum tempo que ela brilha como cantora e instrumentista. Agora também se destaca como atriz, atuando com muita desenvoltura ao lado de profissionais da teledramaturgia.

Sempre que vejo Lucy Alves, lembro de uma história de dez anos atrás, que quero contar aqui.

O ano era 2006. Fui ao apartamento de Sivuca e Glorinha Gadelha assistir ao DVD “O Poeta do Som”, que ainda não havia sido lançado. Um luxo. Ver ao lado de Sivuca, ouvindo a música e os comentários que ele ia fazendo sobre cada número gravado um ano antes no palco do Teatro Santa Roza.

Quando chegou a vez do número com o grupo Clã Brasil (“Visitando Zabelê”, tema composto por Glorinha), Sivuca me disse: “preste muita atenção nessa menina, ela é um grande talento”.

A menina ainda não se chamava Lucy Alves, mas já se destacava à frente do grupo formado com sua família.

Claro que lembrei de Sivuca quando a vi no “The Voice…”. E lembro novamente agora quando a vejo em “Velho Chico”.