Repórter assaltada quando fazia matéria sobre assaltos em Campina

Larissa Fernandes, vítima da violência em Campina Grande (Foto: redeglobo.globo.com)

Larissa Fernandes, vítima da violência em Campina Grande (Foto: redeglobo.globo.com)

A jornalista Larissa Fernandes, da TV Paraíba, foi assaltada ontem (13) à noite quando fazia matéria sobre a onda de assaltos que aterroriza alunos da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) na cidade que dá nome e sede à instituição. Ela se preparava para entrevistar estudantes na parada de ônibus do Campus de Bodocongó,. O ponto parece ser o preferido dos arrastões que acontecem com frequência na área. Foi lá que um assaltante arrancou o celular das mãos da repórter.

LEIA MAIS

Senado aprova reajuste de servidores federais. Agora é com Temer

Plenário do Senado Federal (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

Plenário do Senado Federal (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

Oito projetos que preveem reajustes salariais para servidores públicos civis e militares da União foram aprovados na tarde de ontem pelo Plenário do Senado. As matérias seguem agora para sanção presidencial. Esses aumentos foram negociados desde 2015 com o governo da presidente Dilma Rousseff, mas foram assumidos pelo presidente interino Michel Temer.

LEIA MAIS

Polícia conclui que dono de posto de gasolina foi vítima de latrocínio

Marcone Morais: ameaças e carro metralhado há seis meses (Foto: reprodução da TV Cabo Branco)

Marcone Morais: ameaças e carro metralhado há seis meses (Foto: reprodução da TV Cabo Branco)

A Polícia Civil concluiu que Marcone Morais (foto) foi vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte) na segunda-feira (11) à tarde, no momento em que tentava entrar no Banco do Brasil do Bessa, em João Pessoa, para depositar cerca de R$ 300 mil. A quantia seria o total apurado do dia nos postos de gasolina de propriedade do empresário. Os bandidos planejaram o assalto com base em informações que lhe foram repassados por um funcionário de confiança da vítima.

LEIA MAIS

“Não é vilão quem está ao lado da lei”, diz advogado de Roberto Santiago

Marcos Pires, advogado de Roberto Santiago (Foto: G1 Paraíba)

Marcos Pires, advogado de Roberto Santiago (Foto: G1 Paraíba)

Sobre a sugestão do cidadão José Mário Espínola de o empresário Roberto Santiago ser designado pela Justiça para salvar a barreira do Cabo Branco, numa possível pena de ‘compensação ambiental’ que encerraria o processo a que responde por danos ao Rio Jaguaribe, de João Pessoa, o advogado Marcos Pires, que defende o dono do Manaíra Shopping em ações movidas pelo Ministério Público Federal (MPF), enviou hoje (13) ao blog o posicionamento do seu cliente.

LEIA MAIS

Uol destaca paraibanos entre líderes do Congresso processados ou investigados

cássio e lindbergh

Cássio Cunha Lima (PSDB) e Aguinaldo Ribeiro (PP) estão entre os líderes do Congresso que respondem a processos na Justiça ou são investigados por operações como a Lava Jato e são citados em manchete do Uol publicada na manhã desta quarta-feira (13) sob o título ‘Mais da metade dos líderes do Congresso tem ocorrências judiciais”.

LEIA MAIS

A chance de Roberto Santiago passar de ‘vilão’ a herói

Santiago é alvo de sugestão que pode resolver batalha judicial com MPF (Foto: ClickPB)

Santiago é alvo de sugestão que pode resolver batalha judicial com MPF (Foto: ClickPB)

O cidadão José Mário Espínola, residente na Capital paraibana, oferece excelente sugestão à Justiça e ao Ministério Público Federal para encerrar o processo em que uma empresa do dono do Manaíra Shopping foi condenada a pagar R$ 10 milhões (corrigidos, seriam R$ 45 milhões) de multa por danos ambientais ao Rio Jaguaribe. Vejam só

LEIA MAIS

Vídeo reforça suspeita de que morte de empresário foi planejada

Acabei de ver um vídeo no MaisPB (veja ao final do texto) que mostra o atentado contra a vida do empresário Marcone Morais, ontem (11) à tarde, na porta do Banco do Brasil no Bessa, em João Pessoa. Reforçam tremendamente as suspeitas de que foi homicídio – e não tentativa de assalto – as imagens do bandido correndo e pulando sobre uma moto estacionada na calçada para surpreender e atacar a vítima ainda na rampa de acesso à porta da agência.

LEIA MAIS

Ministério libera R$ 13 milhões para Estado construir adutoras

Adutora de engate rápido (Foto: Câmara de Campina Grande)

Adutora de engate rápido (Foto: Câmara de Campina Grande)

O Ministério da Integração Nacional anunciou no começo da tarde desta terça-feira (12) que disponibilizou R$ 13,2 milhões para o Governo da Paraíba aplicar na construção de adutoras de engate rápido – estruturas que captam e conduzem a água até o sistema de abastecimento dos municípios. “As adutoras terão um papel fundamental no abastecimento das cidades paraibanas com restrição hídrica”, diz nota da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec).

LEIA MAIS

PMJP verifica foco de Aedes após denunciante abordar prefeito no shopping

'Faxinaços' como este da foto foram desmobilizados (Foto: Jornal da Paraíba)

‘Faxinaços’ como este da foto foram desmobilizados (Foto: Jornal da Paraíba)

Uma equipe da Vigilância Ambiental da Prefeitura de João Pessoa esteve finalmente ontem no prédio onde mora o corretor de seguros Nilton César, que denunciou nessa segunda-feira (11) a demora de mais de um mês – e justificativas como falta de agentes e feriados juninos – para ver atendido um pedido de verificação da presença de mosquitos da dengue, zika e chikungunya dentro e no entorno de sua residência.

LEIA MAIS

Empresário assassinado no Bessa recebia ameaças, confirma filho

Marcone Morais: ameaças e carro metralhado há seis meses (Foto: reprodução da TV Cabo Branco)

Marcone Morais: ameaças e carro metralhado há seis meses (Foto: reprodução/TV Cabo Branco)

O empresário Marcone Morais, assassinado ontem (11) à tarde após um tiroteio no Banco do Brasil no Bessa, vinha recebendo ameaças de morte nos últimos meses, confirmou hoje um de seus filhos durante velório na Central São João Batista, na Cruz do Peixe (Torre, João Pessoa). Apesar de não descartar a hipótese, o rapaz não disse se as ameaças teriam ligação com o fato de seu pai ter colaborado com a Operação 274, deflagrada pela Polícia Federal em junho de 2007 contra revendedores de combustível que formavam um cartel na Paraíba e em Pernambuco.

LEIA MAIS