Ação por improbidade no Cuiá arrasta-se há cinco anos

Cinco anos e quase R$ 11 milhões depois, esse outdoor é tudo o que foi feito no Cuiá pela PMJP (Foto: ClickPB)

Cinco anos e quase R$ 11 milhões depois, esse outdoor é tudo o que foi feito no Cuiá pela PMJP (Foto: ClickPB)

Contra a desapropriação de terreno da antiga fazenda Cuiá, no Valentina Figueiredo, arrastam-se duas ações na Justiça do Estado há cinco e quatro anos. A primeira, por improbidade administrativa, tem como autor o Ministério Público da Paraíba (MPPB). A segunda, uma ação popular, foi movida pelo cidadão Martinho Ramalho de Melo. Além de punir os responsáveis por desvios denunciados e investigados por promotores de Justiça, ambos os processos visam anular um negócio de cerca de R$ 11 milhões pagos pela Prefeitura de João Pessoa às vésperas da eleição de 2010.

LEIA MAIS