Promotor questiona porque OAB ainda não julgou advogados presos pela PF

Octávio Paulo Neto é chefe do Gaeco, Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do MPPB

Comentando recente decisão da Ordem dos Advogados do Brasil na Paraíba (OAB-PB) de desagravar um de seus membros que teria sido agredido no interior de uma Delegacia de Polícia na Capital, o promotor de Justiça Octávio Paulo Neto, de João Pessoa, questionou ontem (5) se a instituição já julgou eticamente – ou não – advogados presos durante a Operação Astringere.

LEIA MAIS

Folha do Executivo estadual reaparece no TCE com apenas 5 mil servidores

folha do estado 3

Sumidos há sete meses e meio, os dados da folha de pessoal do Poder Executivo reapareceram hoje (19) no portal do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Mas de forma errada, aparentemente, ou no mínimo estranha. Afinal, entre os quatro meses disponíveis (janeiro a abril deste ano) o total de servidores chega, no máximo, a 5 mil.

LEIA MAIS