Designers fazem oficina em escola pública de JP no Dia Mundial do Design

(Imagem: Pense Avanti)

Alunos da Escola Municipal Professor Aníbal Moura, do bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa, viveram ontem um dia bastante diferente daqueles a que estão acostumados. Pelo menos 20 deles participaram de uma oficina sobre o papel do designer, que nessa quinta-feira (27) comemorou o Dia Mundial do Design.

LEIA MAIS

Estudante paraibana vence etapa nacional do Concurso Internacional de Cartas

A vencedora nacional da 46ª edição do Concurso Internacional de Redação de Cartas, promovido pela União Postal Universal (UPU) e realizado no Brasil pelos Correios, é da cidade de Campina Grande, na Paraíba. Sabrina Brito Lira tem 14 anos e cursa o 1º ano do Ensino Médio, na Escola Virgem de Lourdes.

LEIA MAIS

Escola pública de JP mostra que a ‘geração digital’ também escreve e manda cartas

Alunos da Escola Municipal Fenelon Câmara, do Geisel

Estudantes de 12 e 15 anos de idade, matriculados na Escola Municipal Fenelon Câmara, do Geisel (João Pessoa), devem se sentir felizes e otimistas quanto ao futuro. Porque estudam em uma escola pública onde eventuais precariedades e adversidades não impedem que tenham acesso a um ensino de qualidade, ministrado por professores qualificados e abnegados.

LEIA MAIS

Estado e municípios devem mais de R$ 47 milhões ao Fundeb. Senador pede parcelamento

Mendonça Filho pediu prazo de 48 horas para estudar solução (Foto: Portal25Horas)

O Governo do Estado deve mais de R$ 12,7 milhões ao Fundeb – Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica. Os municípios paraibanos, somados, devem R$ 35 milhões. A informação foi divulgada hoje (25) pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que foi ao Ministério da Educação (Mec) pedir o parcelamento daqueles débitos.

LEIA MAIS

Professores do Estado recorrem à Justiça contra arrocho salarial

Professores do Estado em assembleia (Foto: Arquivo/Portal Independente)

De um lado, o congelamento das progressões na carreira. Do outro, ações judiciais que se arrastam nas varas da Fazenda Pública de João Pessoa. Assim vive o arrocho salarial com que o atual Governo da Paraíba penaliza os professores de nível superior do Estado desde 2013.

LEIA MAIS

Das 97 escolas da Prefeitura da Capital, apenas 26 têm biblioteca

Audiência pública na CMJP também comemorou o Dia Nacional do Livro Infantil

A rede pública de educação do município de João Pessoa tem biblioteca em apenas 26 das suas 97 escolas. Nos outros 71 educandários sem biblioteca, o que existe são “salas adaptadas”. Além disso, em vez de bibliotecários, professores são improvisados na função.

LEIA MAIS

Prefeitura da Capital anuncia reajuste de 5% para os professores

O prefeito Luciano Cartaxo anunciou na tarde de hoje (28) reajuste de 5% para os professores da rede de ensino mantida pela Prefeitura da Capital. O Sindicato dos Trabalhadores de Educação do Município de João Pessoa (Sintem-JP) informou, contudo, que vai discutir ainda nesta terça-feira se aceita ou não o índice anunciado.

LEIA MAIS

Professores denunciam sucateamento da UEPB e temem fechamento

(Foto: Focando a Notícia)

Preocupados com a possível demissão de 120 professores substitutos e do adiamento das novas turmas de maio para outubro, professores efetivos da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) reclamam do sucateamento da instituição, que a cada ano sofre com a redução orçamentária.

LEIA MAIS

Corte no orçamento força UEPB a demitir mais de 100 docentes e adiar novas turmas para outubro

Rangel reuniu-se ontem com o Comitê que acompanha execução orçamentária (Foto: UEPB)

Sem dar explicação alguma, o Governo do Estado cortou mais de R$ 23 milhões do orçamento deste ano da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Se antes a instituição se preparava para muita dificuldade em executar um orçamento anual de R$ 320 milhões, muito aquém de suas necessidades, agora vai ter que demitir professores, paralisar programas de extensão e de pesquisa e até adiar o ingresso de novos alunos.

LEIA MAIS

Sindicato aponta fracasso de escola integral no Estado por falta de estrutura

Esta escola teria perdido mais de 800 alunos após a implantação do projeto (Foto: Blog da Escola)

Em vez de solução, a implantação da ‘Escola Cidadã’ em tempo integral na rede estadual de ensino transformou-se em pesadelo para professores, diretores e pais de alunos.  O problema maior seria a falta de estrutura nas escolas. Onde o projeto teria sido implantado até aqui, o fracasso é evidente.

LEIA MAIS